domingo, 18 de novembro de 2012

A Menina no País das Maravilhas: cinema, literatura e educação




O trailer acima, trata-se do belo filme A Menina no País das Maravilhas, é mais um da série CinEducação, marcador que reúne filmes que podem ser utilizados integralmente ou em partes no ambiente escolar, seja com alunos ou na formação de professores.
A Menina no País das Maravilhas, inspirado no clássico da literatura infanto-juvenil Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll (vide filme completo abaixo), mostra a vida de uma menina (Phoebe) com Síndrome de Tourette e problemas de relacionamento com os pais, colegas e escola que mistura fantasia e realidade, enxergando Alice e outros personagens do País das Maravilhas em seu cotidiano.
Hillary, a mãe da menina esta dissertando justamente sobre o livro de Carroll e sente-se rejeitada pela filha, que melhor se identifica com a nova professora de teatro, srta. Dodger que é considerada estranha a todos, menos a Phoebe.
A primeira cena do filme divertida, curiosa e emblemática, mostra os professores mostrando aos alunos as regras de convivência e respeito a partir de uma personagem intitulada "Jeannie, a certinha". Segundo todos os professores, menos a de teatro: "Jeannie, a certinha, só faz perguntas quando for a hora de fazer perguntas". Phoebe contesta os professores da escola tradicional, mas é dito a ela que só poderá fazer perguntas quando for a hora de fazer perguntas. Já tive professores que sabiam de cor, mas não salteado, seu conteúdo, e quando fazíamos perguntas, um deles dizia o mesmo: que só fizessem perguntas após a sua explanação, segundo ele, para não perder a "linha de raciocínio". Ah, tá...
No teste para encenar a peça de teatro, quase todas as meninas querem ser Alice, mas só Phoebe dá alma à personagem. Um dos meninos, amigo de Phoebe, surpreende, ao querer interpretar a Rainha de Copas, ao invés de algum personagem masculino. Ótima oportunidade para os educadores tratarem questões de sexualidade com seus alunos.
O diretor da escola é um professor cuidadoso, zeloso, até demais, do tempo do "não mexe, senão estraga", e nada que foge a rotina do local é visto com bons olhos, inclusive a prática um tanto heterodoxa da professora de teatro de deixar os alunos fazerem o que quiserem, de intuírem, de terem iniciativa e trabalho em grupo. A todos ela recomenda: se joguem, no papel. Diante de incidente (acidente) de Phoebe a atitude da direção é punir a professora e a aluna.
Mesmo sozinhos, os alunos continuam a encenar a peça teatral, e o resto, deixo aos seguidores e visitantes do Educa Tube, que vejam por si mesmo o final e façam a suas reflexões, diante do espelho digital, que pode ser a televisão, o computador a própria janela de sua casa.
Mais um filme que recomendo não apenas para professores da educação especial, mas para todos educadores assistirem com seus alunos e os pais com seus filhos.
A lição que aprendi com este belo filme? Que, além do País dos Espelhos, os filhos se espelham em seus pais...

Abaixo, o clássico de 1951, Alice no País das Maravilhas:



Abaixo, ótimo vídeo sobre a Síndrome de Giles de la Tourette, que a menina Phoebe possui:



5 comentários:

  1. eu do site rastreamentodecelular.net Estou aqui denovo comentando,por que adoro esse blog,bom demais,muito bom msm!!!!!!me recomendaram e até hj acompanho,mais ai queria tirar uma duvida sera que esse site é bom http://detetive-particular.com ? se alguem souber me falar,e continue com mais post!! fuuuuuuuuui

    ResponderExcluir
  2. Interessante a tua abordagem José! Acho que este filme é um achado, tem uma linguagem interessante, da forma que trata dos sintomas da própria doença de Phoebe, e vai além... pode-se abordar a partir deste vários outros assuntos fomentadores de ótimas discussões... a própria sexualidade, tão fortemente discutida na atualidade,mas principalmente as relações familiares, e ainda a postura de profissionais da educação frente às problemáticas que podem ser enfrentadas no cotidiano educacional! Ótima pedida para uma aula bem interativa! Parabéns pela escolha do filme para entrar na lista deste sitio informativo de primeira!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI, Rafael, este filme é ótimo mesmo. E t~em outros tão bons como ele aqui no Educa Tube, basta procurar pelo marcador CinEducação. Se tiver algum filme interessante, agradeço a indicação. Um abraço, amigo, e grato pela visita e comentário. :-))

      Excluir
  3. Respostas
    1. Infelizmente a versão integral online saiu do ar e não localizei outra, por enquanto. Assim que conseguir, atualizarei a postagem. Gracias.

      Excluir