CRIADO (ABRIL/2009) PARA INDICAR VÍDEOS DE E PARA EDUCADORES, ALÉM DE SUGERIR DIVERSOS RECURSOS TECNOLÓGICOS COM FINS EDUCACIONAIS.
Imagens: 3 filmes indicados aos educadores: A Cor do Paraíso e Filhos do Paraíso, de Majid Majidi (Irã) e Cinema Paradiso, de Giuseppe Tornattore (Itália).

quarta-feira, 13 de maio de 2009

A Invenção da Infância

A Invenção da Infância from PROECA on Vimeo.



O documentário A Invenção da Infância é mais uma indicação do Educa Tube para professores, que recuperei link, agora no Vimeo. Para quem lida com crianças, mais um interessante e premiado documentário.
Apresentação do vídeo no You Tube:"Ser criança não significa ter infância. Uma reflexão sobre o que é ser criança no mundo contemporâneo."

A Invenção da Infância

Documentário | De Liliana Sulzbach | 2000 | 26 min

Disciplinas: História
Nível de Ensino: Ensino Médio, Formação de Educadores, Superior
Autor: Conceição Oliveira

Ficha Técnica:
Produção Monica Schmiedt, Liliana Sulzbach Fotografia Adrian Cooper, Alex Sernambi Roteiro Liliana Sulzbach Edição Ângela Pires Som Direto Valeria Ferro, Mário (Porto Alegre) Animação Tadao Miaqui Trilha original Nico Nicolaiesvky Edição de som Luiz Adelmo Narração Kiko Ferraz Assistente de Direção Camilo Tavares, Rosi Badinelli Assistente de Câmera Francisco Ribeiro, Cristiano Conceição Assistente de Produção Alberto Pietro Bigatti Assistente de edição Henrique Montanari, Alberto Pietro Bigatti Pesquisa Amabile Rocha Mixagem Luiz Adelmo Eletricista Wagner Gonçalves Música Nico Nicolaiewsky Motorista Jorge Pinheiro (Bahia), Wagner Machado (São Paulo) Assistência de Trucagem Rafael (Sapo) Material Gráfico Flávio Wild, Macchina Desenho de Imagem & Som

Prêmios:
Melhor Filme - Júri Popular no Festival de Bilbao 2000
Melhor Filme Latino Americano e Caribenho no Festival de Bilbao 2000
Melhor Diretor no Festival de Cinema do Recife 2001
Melhor Filme no Festival de Cinema do Recife 2001
Melhor Montagem no Festival de Cinema do Recife 2001
Melhor Roteiro no Festival de Cinema do Recife 2001
Melhor Diretor - 16mm no Festival de Gramado 2000
Melhor Filme no Festival de Gramado 2000
Melhor Roteiro no Festival de Gramado 2000
Melhor Filme - Júri Popular no Festival de Tiradentes 2000
Melhor Filme Média Metragem no Grande Premio Cinema Brasil 2001
Melhor Curta no Images du Noveau Monde Quebec 2001
Melhor Filme - Júri Popular no Mostra de 16mm de Itaguatinga 2001
Melhor Curta no Short Shorts International film Festival Tokio 2002

Festivais:
Festival de Curtas de São Paulo 2000

26 comentários:

  1. Ser criança não significa ter infância. O filme foca a questão dos contrastes existentes em situações sociais diferenciadas que se cruzam num ponto comum: crianças vivendo como adultos.
    Indicação excelente Zé.
    Boa sacada essa do blog. Vou divulgar no Sobre Educação.
    Bjos Zé.

    ResponderExcluir
  2. È mesmo Elis. "Ser criança não significa ter infância". Assistimos cada vez mais as crianças terem sua infância apressada, sem tempo pra serem tão-somente crianças... São na verdade tratados como adultos em miniatura. Esses contrastes são visiíveis no documentário e na nossa realidade. Debate isso na escola é uma oportunidade de mostrar também aos pais que ele têm um importante papel social na educação de seus filhos. Brigadão pela divulgação. É esse boca a boca que está aumentando e muito a média de visitantes do blog. Um abração,

    ResponderExcluir
  3. Como vai José Antônio,

    Sou professor de ensino superior em Juiz de Fora (ISECC e UFJF) e entendo que o documentário a "Inveção da Infância" é um filme imprescindível para quem quer descobrir os caminhos e descaminhos da noção de Infância no Brasil.
    Um texto que vai de encontro com esta reflexão é o de Sonimar Carvalho Faria, "HISTÓRIA E POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO INFANTIL", publicado em "EDUCAÇÃO INFANTIL EM CURSO", organizado pela Sônia Kramer.(Ravil, 1997.
    Esta é uma discussão para o presente na formação dos docentes do Brasil.
    Parabéns pelo blog!
    Abçs.
    Ps. Coloquei o seu selo no meu Blog. Visite meu Blog e faça sua crítica: http://www.filosofiaeposmodernidade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Octávio, me desculpe a demora na resposta, pois estava com problemas de encaminhamento de comentários para meu email, e as postagens mais antigas do Educa Tube, fiquei sem receber este contato. Fico feliz de ter contribuído com a divulgação deste belo documentário que proporciona uma boa discussão no ambiente escolar e comunidade. Um abraço,

      Excluir
  4. Sou uma professora de Sociologia , é muito bom ter coisas assim pra pesquisas e etc .E achei o filme otimo !

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela produção é bom quando vemos e analisamos a importância do papel da criança na sociedade, concordo que todos os educadores e politicos deveriam assistir esse vídeo a fim de que seja feita uma reflexão da disparidade social e econômica de nosso país...

    ResponderExcluir
  6. Super tocante, como ainda pode existir estas desigualdes dentro do nosso país
    É horrível ver que tem habitantes que não tem nada!!!
    Nos remete a pensar a escravidão acabou???
    Parabéns pelo excelente trabalho.

    ResponderExcluir
  7. SOU PROFESSOR E AFIRMO QUE SEU BLOG É NOTA 10!
    [ ]S

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Parabéns seu blog me auxilia bastante nos meus trabalhos da faculdade. Sou professora da educação infantil e de língua portuguêsa e alguns dos seus documentários repasso nas capacitações e para os meus alunos... Obrigada por esse desempenho em orientar professores como eu...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana Rachel, fico sensibilizado cada vez que um colega, como você, diz que utiliza material em suas atividades e formações, que bom que o blog se presta ao seu objetivo maior que é justamehte servir de ponto de encontro, e acervo virtual de e para educadores. sucesso ai, abrs,

      Excluir
  10. Grato a todos os cometários, redirecionei os comets para meu email que leio todos os dias, o outro estav cheio de spams.a acabava não conseguindo ler essas mensgans no meio de outras... Grato a todos que visitam, comentam e colaboram com o lblog, divulgando material ou o prórpio aos seus colegas e alunos. thks.

    ResponderExcluir
  11. oie...
    Assisti o documentário em sala de aula, é muito triste saber que as crianças não tem infância.
    Seu bog me ajudou muito a uma reflexão sobre "criança". Muito obrigada!

    ResponderExcluir
  12. Ver que hà tanta desigualdade foi chocante, mas descobrir que mesmo em meio a tantas diferenças o maior mal do qual nossas crianças sofrem é o mesmo foi arrasador."Ser criança não significa ter infancia", essa frase jamais vou esquecer.

    ResponderExcluir
  13. Gostaria de parabenizar o aotor pela elaboração do documentário, tão tocante e realista.. é de se admirar que ainda encontramos esta situação tão triste de nossas crianças pelo Brasil a fora!
    O Blog é muito show, me ajudou muito na criação de trabalhos da faculdade!!
    Grande abraço e parabéns a todos que se importam com este tema..
    Graziela RS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Graziela, que bom que o blog te ajudou. O documentário é ótimo mesmo. um abrs,

      Excluir
  14. Elismene Rios,24/03/2012 acadêmica de pedagogia.
    Ser criança não significa ter infância.Cada vez mais crianças estão sem tempo de serem tão-somente crianças,são na verdade crianças vivendo como adultos.Este documentário analisa a importância do papel da criança na sociedade,deixando que façamos uma reflexão da disparidade social e econômica do nosso país.
    Penso,como existe ainda tanta desigualdade no nosso país.E me vejo fazendo uma pergunta!Será que a escravidão acabou?

    ResponderExcluir
  15. Nossa fiquei muito triste com isso tudo.
    Uns tem tantos outros nada.
    A Vida injusta...
    Ver crianças ralando pela sobrevivencia.
    trabalhando como gente grande.
    Crianças que nunca vão saber o que é ser crianças,
    pois ja nasceram tendo reponsabilidade de um adulto.
    É duro.
    É triste.
    É uma pensa que isso é nossa realidade.
    Fiquei muito chocada e amargurada.
    Que Deus venha ter misericordia destas crianças e
    que mudem a vida delas.

    Ilka Soraya
    ilkasoraya@hotmail.com
    Estudante de Pedagogia

    ResponderExcluir
  16. Tania Mara Goulart2 de abril de 2012 23:31

    Esse vídeo nos faz refletir que a responsabilidade em educar uma criança vai muito além de uma boa escola. Devemos, como pais e educadores, formar cidadãos com a capacidade de valorizar as diferenças, respeitar as desigualdades e cuidar para que, essas crianças que não tiveram uma infância, se tornem adultos capazes de passar por situações difíceis e superem as barreiras do analfabetismo, da exclusão e da pobreza. Viva a criança, viva o estudo !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tania. Sim, o melhor caminho é a educação, e esta é um papel que deve ser divido entre a família e a escola, com o apoio do poder público e da sociedade. abrs,

      Excluir
  17. que pena que não podemos acessar....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. recolocando, nova versão.
      http://youtu.be/QJarYnX8YXI

      Excluir
    2. atualizei a postagem, pois achei outra versão online. uma pena não haver um canal de vídeos exclusivo para educadores, que se usados sem fins lucrativos, não precisassem retirar o material do ar.

      Excluir
  18. As vezes fechamos os olhos apra a realidade em volta da gente.Sabemos que existem,mas por ironia não sei dizer,voltamos os olhos para a mídia ilusiva de tudo lindo e maravilhoso. Muito triste assistir um vídeo documentário com estas evidências ainda vividas em nosso imenso Brasil.Me sinto uma agulha em meio a um palheiro.porque para se mudar a forma de enxergar e de tomada decisões de nossos políticos são cada vez mais difícieis.



    ResponderExcluir