quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

A Cor da Esperança


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=6x9TQTjKdAA

Vídeo acima, canção Color Esperanza (A Cor da Esperança), de Diego Torres, é motivacional pra o Ano Novo que se avizinha...
Que a esperança de dias melhores se concretize, unindo o ideal ao possível...
Vídeo que me inspirou a escrita do poema Esperança, publicado em meu blog literário ControlVerso, conforme link abaixo:

Esperança

Feliz 2010 a todos os visitantes, seguidores e colaboradores do Educa Tube.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

O Trenzinho do Caipira / Correnteza


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=N5M6zlruNKA

O belo vídeo musical acima é indicação indireta, via twitter, de @isisnan (São Paulo - SP - Brasil) e trata-se das canções O Trenzinho Caipira e Correnteza, interpretadas pelo fantástico grupo vocal Boca Livre, que encantou minha geração.
O vídeo acima é parte do DVD Boca Livre e Ao Vivo MPB/Universal/Canal Brasil - 2007.

O Trenzinho do Caipira, obra do maestro Heitor Villa-Lobos com letra do poeta Ferreira Gullar.
Sempre comento da importância de unir o erudito ao popular. Artistas clássicos brasileiros atingiram a consagração quando souberam mesclar justamente o erudito como o popular, como bem fizeram Monteiro Lobato, Cândido Portinari e Villa-Lobos, na literatura, na pintura e na música, respectivamente.

Conforme a Wikipedia:

O Trenzinho do Caipira é uma composição de Heitor Villa Lobos e parte integrante da peça Bachianas Brasileiras nº 2. A obra se caracteriza por imitar o movimento de uma locomotiva com os instrumentos da orquestra.[1]

A melodia recebeu letra composta por Ferreira Gullar:

Lá vai o trem com o menino
Lá vai a vida a rodar
Lá vai ciranda e destino
Cidade noite a girar
Lá vai o trem sem destino
Pro dia novo encontrar
Correndo vai pela terra, vai pela serra, vai pelo mar
Cantando pela serra do luar
Correndo entre as estrelas a voar
No ar, no ar…

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Trenzinho_do_Caipira

Referência: 1 Dicionário Grove de Música: edição concisa. Stanley Sadie; tradução Eduardo Francisco Alves. p 992. - Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed.,1994.

Abaixo, vídeoclipe gravado numa estação de trem em Fortaleza, CE, Brasil com a sinfonia de O trenzinho do caipira de Villa-Lobos, com regência do mesmo e música incidental de Adriana Calcanhoto com os versos de Ferreira Gullar:



terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Imagine, de John Lennon (em duas versões)

Glee Cast - Imagine from Bárbara Letter on Vimeo.


Fonte: http://vimeo.com/8374405

O emocionante vídeo acima foi indicação da coleg'amiga Elis Zampieri, professora da educação especial, residente em Curitibanos - SC - Brasil, que publicou em seu blog Et Cetera.
A educadora Elis é também editora do blog Sobre Educação que serve de referência ao Educa Tube pela riqueza de contribuições lá postadas.
Conheço a Elis, em torno de 2 anos, apenas no mundo virtual, mas nossa amizade é um exemplo de como o mundo digital e os multimeios podem aproximar as pessoas que vivem distantes, e que compartilham ideias e ideais semelhantes, justamente com o seu semelhante...
Divido com Elis um projeto literário, via blog, chamado R.E.M. - Rápido Movimento do Olhar, que se propõe a dar vazão ao nosso lado literário, em que cada um escreve poequenos contos e o o outro ilustra, através de imagens extraídas da internet, a partir desse exercício de alteridade. Um bom exemplo pra trabalho entre professores e alunos, na questão da produção textual e da interpretação de textos literários próprios ou de terceiros.
O Educa Tube surgiu a partir de uma conversa que tive um dia com a Elis, via MSN, quando a mesma me solicitou a indicação de alguns vídeos educacionais para sua utilização em um curso. Depois de pensar nas sugestões, tive a ideia de criar um blog para reunir todos os vídeos que eu utilizava em minha prática escolar, como um espaço para meu próprio uso, bem como para indicar aos meus cursistas, colegas e amigos.
Hoje, o Educa Tube, com pouco mais de 8 meses, já ultrapassou as 44 mil visitas, possui 65 seguidores, diversos colegas e amigos indicam via e-mail, twitter, msn, comentários em meus blogs outros vídeos, e um espaço que surgiu individual, tornou-se um ambiente de interação coletiva de e para educadores.
Agradeço a Elis pela amizade, coleguismo e parceria em projetos educacionais e literários, bem como a conversa que deu origem ao Educa Tube. E agradeço também a todos os coleg'amigos que vem desde a criação deste espaço virtual de interação/integração, contribuindo para sua ampliação e valorização, seja sugerindo vídeos e recursos tecnológicos dirigidos à educação, seja divulgando em seus blogs e a outros colegas e amigos o endereço do mesmo. Grato a todos, e que em 2010 possamos continuar ampliando os horizontes educacionais a partir do trabalho coletivo, seja a distância ou presencial.

Aproveito o final de ano para nesta postagem publicar mais abaixo o videoclip, extraído do You Tube, com a canção legendada Imagine, de autoria e interpretação do inesquecível John Lennon. Feliz 2010 a todos! E imaginemos um mundo melhor, mais justo e mais humano, a partir de nossa própria intervenção em nossa realidade local.
Que possamos utilizar o maquinário para aproximar as pessoas, dentro e fora do mundo virtual...
Imaginemos projetos colaborativos e inclusivos e os coloquemos em prática, em parceria com outros colegas educadores e com nossos alunos, como no vídeo acima, em que todos se reúnem de forma inclusiva para cantar em uma só voz a mesma canção...


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=WXLyHLXLF8I

"Eu espero que você junte-se a nós e o mundo será um só", esse verso da canção Imagine, de John Lennon, sintetiza um pouco do espírito de convergência pedagógica, tecnológica e social que o blog Educa Tube tentar enfatizar.

Este ano desenvolvi projeto de uso de blogs como ambiente de EaD (em fase de elaboração de TCC), e tive como parceira a professora Simone Zogbi, que me proporcionou desenvolver atividades conjuntas em sala de aula, laboratório de informática do NTE Rio Grande/18ª CRE, na biblioteca escola e na Rio-Grandense, além de diversas saídas de campo, todas documentadas nos blogs abaixo, dentor alunos incluídos como Vitor (cadeirante) e Fernando (cego). Grato, Simone pela parceria e oportunidade de desenvolvimento do projeto didático com teus alunos da 4ª série (turmas 41 e 42) do ensino fundamental da EEEF Barão de Cêrro Largo, de Rio Grande - RS - Brasil:

Chimarrão no Barão

Do Barão para o mundo

Por fim, já no final de 2009, tive a oportunidade de ser apoiador do projeto EduCanto - Educar cantando, criado e desenvolvido pela profª. Raquel Rodrigues de Farias, aqui da cidade do Rio Grande - RS - Brasil, gravando e editando vídeos musicais e publicando-os no You Tube para sua postagem no referido blog, link abaixo, para posterior divulgação. Grato também a Raquel pela oportunidade de colaborar com este incrível projeto que une educação, arte, cultura, música e tecnologia.

EduCanto - Educar cantando

Feliz 2009/2010!!!

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Jogos Disney de Natal



Imagem acima, referente a sugestão do MSN Jogos, sobre o portal de Jogos Disney com os personagens do mundo do Tio Walt (como Cinderela, Sininho, Mickey, Pluto, Pateta e Cia.) em motivos natalinos.
No jogo Cinderela, por exemplo, é possível criar um livro com uma nova história para a personagem; em Quebra-cabeça das fadas, como o próprio nome indica, é possível montar diversas imagens do mundo da fada Sininho, escolhendo a quantidade de peças a montar, etc.
Visitem o portal de Jogos Disney, através do link abaixo, usem a imaginação, a criação e divirtam-se juntos, pais e filhos, professores e alunos.
Feliz Natal!!

Jogos Disney de Natal

Fonte: http://jogos.msn.com.br/especial/natal-disney/index.html?utm_source=msn&utm_medium=home&utm_content=natal-disney&utm_campaign=natal-disney

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Alegria de um Natal / Reflexo de um ano que finda


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=9wudtAiMnjU

Vídeo acima, feito por mim no Movie Maker, trata-se da canção Alegria de um Natal / Reflexo de um ano que finda, de autoria e interpretação da professora Raquel Rodrigues de Farias, e publicada originalmente no blog EduCanto - Educar cantando, espaço virtual criado para divulgar o projeto educacional de mesmo nome, organizado pela referida professora juntamente com alunos e jovens da comunidade da E.E.E.F. Saldanha da Gama, da povoação da 5ª Secção da Barra, do município do Rio Grande - RS - Brasil.
A professora Raquel tem 37 anos dedicados à educação e, devido ao projeto EduCanto - Educar cantando, não pretende ainda se aposentar.
Em 2005, foi escolhida professora emérita do Rio Grande do Sul.
É também autora e intérprete do hino da Escola Aberta (2004).
Participa com a família (formada por músicos e cantores) do grupo Integração Arte e Raça.

A profª. Raquel é minha colega no Programa de Educação Ambiental do Porto do Rio Grande ( ProEA-PRG ), juntamente com outros educadores da rede pública estadual e municipal do Rio Grande - RS.

Minha parceria com a profª. Raquel no projeto EduCanto - Educar cantando é de apoiador, criando o blog, gravando alguns vídeos, editando-os para publicação no You Tube e blogs, criando vídeos no Power Point e Movie Maker para o mesmo fim.

Raquel é, além de educadora e cantora, também intérprete de suas canções, como a bela Lamento das Águas (vide vídeos mais abaixo), já publicada nos blogs Educa Tube, ProEA-PRG e Educanto - Educar cantando.

Unir arte, cultura, música, educação e tecnologia, em que educadores e educandos se auxiliam mutuamente é uma bela lição de atividade colaborativa e convergente do ponto de vista educacional, tecnológico e social.

Obs.: A imagem do vídeo (motivo natalino), foi extraída da internet.

Abaixo, as duas versões da bela canção Lamento das águas (à capela e musicada):


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=2edQ7-LXgx8


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=onjejiSp5a4

Um Feliz Natal a todos os visitantes, seguidores e colaboradores do blog Educa Tube, que de iniciativa individual, tornou-se um espaço coletivo de indicações diversas de vídeos de e para educadores, além de recursos tecnológicos com fins educacionais.

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Tempos Modernos, de Charles Chaplin


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=XFXg7nEa7vQ

Uma incrível cena inicial de um maravilhoso filme, que se mantém atualíssimo, apesar de ter sido lançado nos cinemas em 1936... Há mais de 70 anos atrás!
A exploração do homem pelo homem, através das máquinas já está lá estampada em cada fotograma deste clássico da sétima arte.
A cena antológica do trabalho mecânico, da linha de produção, do cumprimento de metas, trabalhadores amestrado, adestrados para o trabalho de apertar parafusos sem muito pensar em suas implicações e outras coisas mais, variações sobre um mesmo tema, sempre atuais nos discursos de alguns...
Tempos Modernos, de Charles Chaplin dispensa maiores apresentações, e este vídeo acima, pode ser utilizado pelos educadores com seus alunos.
Descobri o mesmo a partir de indicações de 2 clips com canções do mesmo filme, feitas (via orkut) pela coleg'amiga Semíramis Alencar, educadora cairoca vivendo um Itamonte - MG, editora do blog Educando o Amanhã
Recomendo a utilização não apenas do fragmento acima destacado, mas do filme como um todo no ambiente escolar, contextualizando a época de sua criação e os "Tempos Modernos" do presente. Indicado não apenas para professores de história, mas para todo educador, passageiro de seu próprio tempo...

Apresentação do vídeo acima, no You Tube:

Introdução do filme TEMPOS MODERNOS : Charlie Chaplin, the genius, in Modern Times (tempos modernos).

Todo conteúdo multimídia foi utilizado para fins de divulgação.

Modern Times (Tempos Modernos, em português) é um filme do cineasta britânico Charles Chaplin lançado em 1936 em que o seu famoso personagem "O Vagabundo" (The Tramp) tenta sobreviver em meio ao mundo moderno e industrializado.
Nesse filme Chaplin quis passar uma mensagem social. Cada cena é trabalhada para que a mensagem chegue verdadeiramente tal qual seja. E nada parece escapar: máquina tomando o lugar dos homens, as facilidades que levam a criminalidade, a escravidão. O amor também surge, mas surge quase paternal: o de um vagabundo por uma menina de rua.

Comentário de Karla Costa, no You Tube a respeito do vídeo:

Reprodução da Metodologia da Administração Científica de Taylor e Ford satirizada pelo filme "TEMPOS MODERNOS" de Chalie Chaplin.

domingo, 20 de dezembro de 2009

Teatro para crianças com gagueira e outros vídeos


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=iVro63bXCOw

O vídeo acima, indicação via twitter, da coleg'amiga Chris Angelotti, educadora e editora do portal ABC Kids.
Chris indicou-me o referido vídeo a partir de outra indicação no twitter de @stutteringmedia.
Segundo apresentação no You Tube, trata-se de "reportagem sobre a companhia 'Our Time', um grupo de teatro dedicado exclusivamente a crianças com gagueira*.

*Tal como ocorre na sindrome de Tourette e em outras disfunções dos núcleos da base, pessoas com gagueira podem experimentar um alívio momentâneo de sua dificuldade enquanto estão encenando personagens.

Uma bela iniciativa que une educação, arte e cultura. E um ótimo material para professores e alunos, pais e filhos trabalharem a questão da gagueira no ambiente escolar e na sociedade. É somente nos colocando no lugar do outro, percebendo as situações pelas quais ele passa é que podemos conscientizar as demais pessoas a respeito de situações como a gagueira e outras, que levam pessoas a ridicularizarem quem deveriam ajudar.

As legendas em português são uma cortesia do Instituto Brasileiro de Fluência: http://www.gagueira.org.br

As legendas podem ser visualizadas, seguindo o seguinte procedimento:
Clique na setinha na parte inferior direita do player do youtube, depois clique na opção "ativar legendas".
Para que o player embutido no blog sempre exiba as legendas, adicione o parâmetro &cc_load_policy=1 ao código HTML do vídeo embutido.

Indico também, a partir de visitação ao You Tube e aos vídeos relacionados como o acima sugerido pela Chris Angelotti, o emocionado e comovedor depoimento a seguir, que trata-se de "Curta-metragem sobre gagueira produzido por estudantes da Vancouver Film School", do Canadá:


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=Y6bzpvjvy3k

Observação:
Segundo sing2804, que disponibilizou os vídeos acima no You Tube, pra visualizar as legendas basta seguir o seguinte procedimento:
Clique na setinha na parte inferior direita do player do youtube, depois clique na opção "ativar legendas".
Para que o player embutido no blog sempre exiba as legendas, adicione o parâmetro &cc_load_policy=1 ao código HTML do vídeo embutido.

Para quem se interessar sobre o assunto da gagueira e as formas de lidar com tal situação no ambiente escolar e fora dele, sugiro a visitação dos vídeos do portal do Instituto Brasileiro de Fluência, conforme link abaixo:

Vídeos sobre gagueira

sábado, 19 de dezembro de 2009

Mensagem ao professor


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=hjFMBqW5YSY

Vídeo acima, indicação da coleg'amiga Semíramis Alencar, educadora carioca, residindo em Itamonte - MG - Brasil, editora do blog Educando o Amanhã.
Vídeo motivacional, homenagem ao professor que vivencia a teoria e a práitca do processo de ensino-aprendizagem, seus saberes e fazeres.
Vídeo elaborado pela professora Sheila Maria Blasques Nobile, que ministra cursos de capacitação para professores.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Headmouse: tecnologia que permite pessoas com tetraplegia acessarem o computador



A imagem acima, diz respeito ao software Headmouse , desenvolvido para possibilitar que pessoas com tetraplegia possam acessar o computador, e descobri ao visitar o blog Sobre Educação, da coleg'amiga Elisângela Zampieri, professora da educação especial, da cidade de Curitibanos - SC - Brasil. Abaixo, a íntegra da postagem de Elis no Sobre Educação:

"Uma tecnologia inovadora desenvolvida pela Universidade de Lleida, na Espanha, permite que pessoas tetraplégicas possam acessar o computador somente com movimentos faciais: olhos, cabeça, lábios...

Isso é possível graças à um sistema de captura de imagem através de uma câmera (webcam) sendo que qualquer modelo pode ser utilizado. A câmera faz o reconhecimento da imagem através de um sistema de calibração. Para que a imagem seja reconhecida, basta que o usuário faça alguns movimentos com a cabeça, olhos e sobrancelhas...Uma imagem que mostra o ritmo certo do piscar dos olhos ajuda na calibração.

Capturada a imagem, esta aparece no canto inferior direito da tela, limitada por um quadrado que centraliza o rosto da pessoa com um sinal em forma de cruz. A cor verde significa que já é possível navegar, através de movimentos leves da cabeça e dos olhos que direcionam o mouse.

A opção do clique pode ser feita através das configurações (clicando sobre a imagem do usuário) onde podem ser selecionadas as opções de piscar os olhos ou pelo movimento de abrir e fechar dos lábios. É possível definir ainda, a velocidade com que o mouse irá se mover, escolher uma opção para os cliques e arrastar os conteúdos selecionados pelo mouse.
Para que o reconhecimento da imagem seja facilitado é importante que a câmera esteja devidamente centralizada e que, ao fundo haja uma imagem estática (uma parede, por exemplo).

A digitação de textos também é possível de ser realizada, bastando que para isso o usuário localize nas opções de acessibilidade do seu sistema operacional o teclado virtual que, aparecendo na tela do computador, procede-se clicando sobre as letras normalmente.

Com um pouco de treino e controle motor, em pouco tempo o usuário estará interagindo com a máquina de forma autônoma e habilitado a efetuar comandos como executar programas, digitar e navegar pelas páginas.

O download do programa pode ser feito
aqui ".

Fonte da postagem:

http://sobreeducacao.blogspot.com/2009/11/headmouse-tecnologia-permite-pessoas.html

Eu, José Roig, particularmente, tenho a opinião de que, assim como na Fórmula 1, muitos dos recursos tecnológicos criados para as supermáquinas e seus grandes pilotos posteriormente passam a ser utilizados nos automóveis em geral; assim acontece com as pesquisas e os recursos desenvolvidos para a acessibilidade de pessoas que possuam necessidades especiais.
O caso do Headmouse é um deles.
Muitos dos recursos de toque na tela e outras funções de acessibilidade, posteriormente passam ser incorporadas a jogos e outras possibilidades de interação (pessoas e máquinas, pessoas e pessoas, através das máquinas) em nosso cotidiano.
No caso do software que nos é apresentado pela colega e amiga Elis Zampieri é também um exercício de se colocar no lugar do outro, e de sentir a sua necessidade.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Educação e cinema: Muito Além do Jardim...


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=AIlUgoYDfEM
Muito Além do Jardim - Filme. Uma das cenas iniciais do filme (acima).


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=1UQyX6_wZac
Muito Além do Jardim - Negociação. O jardineiro fala em sentido literal e o político entende suas palavras como uma metáfora social. Cena clássica nessa bela comédia de erros (acima).


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=sp1CV60w70M
Muito Além do Jardim - Cena Final de um filme que tornou-se um clássico (acima).

Acima, três momentos incríveis do filme "Muito além do jardim" (1979), dirigido por Hal Ashby. No filme, Chance, vivido por Peter Sellers, é um jardineiro que vive quase toda a sua vida recluso numa mansão, até o dia do falecimento do proprietária da mesma, quando ele precisa conhecer um mundo novo e imenso, muito além do seu pequeno jardim.

A partir do comentário no Twitter, em 13/12/09, da professora de matemática Hélia Barbosa(abaixo), de Belo Horizonte - MG - Brasil e editora do blog Prosa em Verso sobre um tweet meu, estabeleceu-se um breve e profícuo diálogo em tempo real sobre educação e matemática, que no fim passei a refletir sobre cinema, educação e sociedade, muito além do jardim, conforme abaixo:

@heliabh: "Nossa, penso exatamente assim!! Pra mim, educar é isso!! Não excluir o mundo dos alunos, mas ajudá-los a ver muito além!!"

@zeroig: "Isso mesmo, a ver com Muito Além do Jardim (filme com Peter sellers) que me serve de inspiração.
@zeroig: Alguns profs. são como o jardineiro do filme, que conhecem muito, mas apenas de seu jardim, e precisam conhecer o resto do mundo ao redor, que mudou!
@zeroig: Assim também são os alunos: conhecem muito o mundo de seu jardim virtual, desconhecem o mundo real, e nele estão tão expostos e vulneráveis.
@zeroig: Dessa coisa de jardineiros e flores, pais e filhos, profs. e alunos, que às vezes, tão próximos, cada qual vive Muito Além do Jardim do Outro!
@zeroig: Exato. Ninguém é dono da Verdade, alías, será que existe mesmo uma verdade verdadeira? Acho que cada um possui a sua verdade! hehe
@zeroig: O ensino e a aprendizagem, tanto de alunos como de profs., devem ser continuados, pois a vida segue o continuum do tempo..."

Posteriormente fui pesquisar no You Tube sobre vídeos envolvendo o filme Muito Além do Jardim, e selecionei os 3 fragmentos acima.
No primeiro, quando Chance, personagem vivido pelo genial ator Peter Sellers, vivendo durante anos numa mansão, com o falecimento do proprietário da casa, precisa encontrar outro local pra viver, ele que viveu praticamente toda a sua vida naquele local, cuidando de um jardim.
No segundo vídeo, intitulado a Negociação, há um diálogo impagável, desses clássicos das comédias de erros, em que o humilde, pacato e ingênuo jardineiro fala sobre plantas e flores em sentido literal e o político que um dia o conheceu numa praça (se não me falha a memória, quando o jardineiro vagava sem destino) entende as palavras de Chance como uma metáfora social. Utilizando, de forma plagiada as palavras do jardineiro o político atinge a popularidade instantânea. O resto filme não conto para aqueles que ainda não o viram possam aproveitá-lo completamente.
Como comentei com a prof. Hélia:

Alguns professores são como o jardineiro do filme, que conhecem muito, mas apenas de seu jardim, e precisam conhecer o resto do mundo ao redor, que mudou!
Assim também são os alunos: conhecem muito o mundo de seu jardim virtual, desconhecem o mundo real, e nele estão tão expostos e vulneráveis.
Dessa coisa toda, do viver em comunidade, jardineiros e flores, pais e filhos, profs. e alunos, às vezes, tão próximos no sentido literal, cada qual vive Muito Além do Jardim do Outro!

É preciso estabelecer uma comunicação, um diálogo em tempo real entre os educadores e entre esses e seus alunos, assim como entre os pais e filhos...
Afinal, todos nós sabemos dos perigos e dos desafios cada vez maiores, existentes para todos, Muito Além do Jardim... Conhecer o mundo muito além da residência, muito além dos muros da escola, muito além da imagem que deixamos estampada em nosso rosto para os demais é um dos maiores desafios do viver em sociedade...
Mas não há barreira que não se ultrapasse quando se estabelece um franco e aberto diálogo entre gerações e épocas, entre pessoas e seus ideais, que embora possam muitas vezes estar muito além do jardim, encontram segurança e estababilidade no maior dos jardins que é justamente a família, depois a escola, por fim, a própria comunidade...

Agradeço a prof. Hélia Barbosa pela oportunidade de naquele papo despretensioso ter me motivado a escrever este post.
Vejam que maravilha de texto que a prof. Hélia nos brindou em seu blog Prosa em Verso, utilizando-se de conteúdos de sua disciplina (matemática), conforme link abaixo:

Mas... Matemática??!?

Leiam todo o texto, link acima e depois de ler o Desafio: os seixos e tentem, antes de ver a resposta, solucionar o problema proposto no belo conto...
Depois repassem aos seus alunos, seja na disciplina de matemática, português ou outra mais o mesmo desafio que força ao aluno utilizar-se da lógica.

Observação 1:
Fiz contato com a prof. Hélia, no Twitter, quando li um tweet dela e soube que era de matemática, e repassei a mesma um link que também via twitter, recentemente, minha ex-professora da pós em TICs Promoção da Aprendizagem (UFRGS-2007) Suzana Gutierrez, editora do blog Gutierrez / Su, indicou sobre a Matemática no Cinema (em diversos filmes, vide link abaixo), listagem feita pela Universidade de Harvard.

Mathematics in Movies

http://www.math.harvard.edu/~knill/mathmovies/

Observação 2:
Texto publicado originalmente no meu outro blog educacional, chamado Letra Viva do Roig, ambiente virtual criado há 3 anos atrás, como veículo de comunicação com professores e colegas da especialização em TICs na Promoção da Aprendizagem (UFRGS-2007) e, após esta, tornado um dos principais veículos de interação com outros educadores, até a criação do Educa Tube, 8 meses atrás (08/04/09).

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Due (Dois) de Renato Russo em Equilíbrio Distante


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=Qx7KXMn172g

Vídeo acima, Due (Dois), de Renato Russo, indicação, via orkut, de coleg'amiga Semiramis Alencar, educadora carioca, morando em Itamonte - MG - Brasil, e editora do blog Educando o Amanhã.
Trata-se da tradução da canção Due (Dois), cantada por Renato Russo em italiano, e integrante do belo CD Equilíbrio Distante.
Vídeo formatado por Silvana Domingues, que reuniu belas imagens e texto (tradução da canção) da internet. O conjunto da obra ficou muito bonito.
Utilizando-me da metáfora desta canção, num sentido educacional, podemos dizer que a educação não existe sem Dois atores sociais principais: o aluno e o professor. E que essa relação a dois pode ser estável ou instável como um namoro ou um casamento, dependo do "equilíbrio", ainda que distante, que ambas as partes saibam dar a essa união.
Todos sabem que o aluno e o próprio professor passam mais tempo na escola do que com a família. E que não raras vezes a escola é a segunda família de ambos, pelo coleguismo e amizade que se criam e os laços que se formam após esse período de convívio a dois. Assim como uma união desfeita, quando alunos se separam de sua turma, por repetência, evasão, desistência ou até aprovação, seguindo adiante em seus estudos, os que ficam sentem muito a falta do que partiu, ainda que para melhor.
Somos todos seres sociáveis e dependemos muito da identidade criada no ambiente escolar, que refletirá pra sempre em nossas ações futuras e na formação de nossa identidade.
É o que chamo de "A pedagogia do exemplo"...

Desta bela canção, seleciono um verso que é emblemático do amor ao próximo e à profissão de educador:

"Se é Amor, amor verás, de um amor viverás".

Cada professor que não é apenas um burocrata do saber, que não vende tão-somente o seu tempo e o seu espaço, com dia, hora e local marcados - e é de fato um educador 24 horas por dia -, viverá realmente menos do reconhecimento profisisonal e de sua remuneração e mais do reconhecimento social e da gratificação pessoal de ver alguns de seus alunos seguirem adiante, inspirados em sua pedagogia do exemplo...

Recentemente participei de um evento cultural em que estavam reunidos três gerações de educadores: Teodolinda Batezat, que foi professora de Péricles Gonçalves, que foi meu professor... Todos irmanados nesse equilíbrio distante de passar a seus alunos a sua experiência de vida, a sua eterna aprendizagem... Ainda que sejamos unos, nunca somos um só quando estamos diante dos desafios da educação, pois o verdadeiro educador é parte ele mesmo, parte seu alunado... Sem conhecer o Outro jamais poderá estabelecer um diálogo efetivo entre ambos...

Aproveito e destaco outra bela canção (A vida é agora) que Renato Russo nos brindou em Equilíbrio Distante, vídeo abaixo:


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=B8ZmYTyvQ5E

Ainda que tenhamos belos planos futuros, não podemos perder a consciência de que o futuro se faz hoje. Que "A vida é agora" e é pra ser vivida a cada instante.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Teatro de fantoches dos alunos da prof. Roseli Ferraz


http://www.youtube.com/watch?v=Vsl1Fg0FnIc
Vídeo acima, A Natureza.


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=DOx9NjyuMEA
Vídeo acima, Os Animais.


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=S-K79Vch53o
Vídeo acima, A volta do dinossauro.

Os vídeos acima, indicação via MSN pela coleg'amiga Geórgia Stella Ramos do Amaral, de Santa Cruz do Sul - RS - Brasil, são relativos a atividades desenvolvidas pela professora Roseli Vergínia Ferraz dos Santos com os alunos da Turma 22 da E.E.E.M. Ernesto Alves de Oliveira, do mesmo município.
Segundo a profª. Roseli: "Cada grupo escolheu seus fantoches e criou uma historinha. Eles gostaram muito e criaram histórias bem legais."
Uma bela iniciativa que mescla educação, arte, cultura e tecnologia e que serve de inspiração a outros educadores, de unir o útil ao agradável.

As professoras Roseli e Geórgia Stella já haviam produzido o divertido vídeo Artigos e Numerais pelas "Gurias de Santa Cruz", divulgado anteriormente neste espaço virtual, vídeo este que serviu de incentivo à primeira para produzir esses acima, com seus alunos.
Bela forma de trabalhar colaborativamente com colegas e depois com alunos.
Parabéns Roseli e turma 22, todos os vídeos ficaram ótimos, e é um privilégio poder divulgá-los a outros professores e alunos, para o mundo digital, via Educa Tube.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Charles Chaplin em O último discurso de O Grande Ditador


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=FPzgq8sNbMI

Vídeo acima, trecho do filme O Grande Ditador, no qual o ator, diretor e compositor Charles Spencer Chaplin, criador do personagem Carlitos, faz um inesquecível discurso.
Fragmento desse último discurso, datado de 1940, utilizei de epígrafe do Trabalho de Conclusão de Curso de minha especialização em Tecnologias da Informação e da Comunicação na Promoção da Aprendizagem (UFRGS-2007), conforme abaixo:

"(...) Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria. Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Pensamos em demasia e sentimos muito pouco. Mais do que máquinas, precisamos de humanidade. Mais do que inteligência, precisamos de afeição e doçura. Sem essas virtudes, a vida será de violência, e tudo será perdido".

CHARLES CHAPLIN, fragmento de O Último Discurso, no filme O Grande Ditador (EUA, 1940).

Realmente, mais do que máquinas, em se tratando de tecnologia educacional, precisamos de humanidade, de valorização do usuário mais do que do maquinário, do trabalho colaborativo entre educadores e educandos. Mediar a informação para que se torne conhecimento mútuo. Incentivar mais a troca de experiências (no mundo real e no digital) e menos a competição. Sem isso, tudo será em vão...
Afinal, apesar dos Tempos Modernos (alusão a outro clássico do cinema e de Chaplin), as máquinas continuam em parte dominando o homem, ao invés do inverso; basta ver que mesmo informatizados ao extremo: bancos, supermercados, shoppings centers etc - cada vez menos com a interação entre seres humanos e seus semelhantes, e sim homens e máquinas -, a qualidade do atendimento não melhorou, as filas não diminuíram, muito pelo contrário. Cada vez mais se fala com máquinas em centrais de atendimento online ou telefônicas, diminui-se as vagas para máquinas biológicas, substituídas por máquinas informatizadas (que não tiram férias, que não pedem aumento de salário nem fazem greve), e não são criadas outras vagas para os seres humanos.
Enfim, longe ainda de um panorama apocalíptico de filmes de ficção científica, como o Exterminador do Futuro e outros, em que as máquinas dominarão totalmente o mundo e declararão guerra à humanidade, temos, como educadores, de encutir nos colegas, nos alunos, seus pais eou responsáveis e na sociedade em geral a ideia real de que as máquinas são e devem ser tratadas apenas como equipamentos, ferramentas, meios de se atingir uma finalidade em comum: o bem comum...
Como Chaplin falou há quase 70 anos (completará isso em 2010!!): "Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria. Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Pensamos em demasia e sentimos muito pouco."
Máquinas que produzem a abundância para poucos e mantém o controle de muitos (bancos de dados, câmeras de vigilância, etc), deixando na penúnia boa parte da sociedade. mal resolvemos o analfabetismo real e criou-se o analfabetismo digital...
Pensamos, escrevemos, mandamos mensagens de celualr, pelo orkut, e-mails, em demasia, tudo tipo cópia de outros, reencaminhamos "belas mensagens" de terceiros e sequer escrevemos uma linha para alguém que irá receber essas toneladas de mensagens digitais que entopem nossa conta de correio eletrônico. Nunca escrevemos tanto, no mundo digital, e nunca dissemos tão pouco de nós a alguém...
Chaplin, um gênio da sétima arte, deu vida e voz a personagens, gente como a gente, como o genial vagabundo Carlitos, o Garoto, a moça cega e tantas outros, sabendo mesclar com precisão humor, lirismo e crítica social.
Depois de Chaplin, nem o humor nem o cinema foram os mesmos, e percebe-se ecos do genial vagabundo em outros atores e humoristas mundo afora, desde então, de Jerry Lewis e Renato Aragão... Todos eles, seres intertextuais com a vida e obra de Carlitos...
O Cinema é um grande filão a ser explorado no ambiente escolar e existem diversos projetos nesse sentido. Sugiro aos leitores e visitantes do Educa Tube conhecerem dois deles, entre vários:

Cinema no Caldeirão , iniciativa do educador Robson Garcia Freire, multiplicador do NTE Itaperuna - RJ - Brasil e editor do blog Caldeirão de Ideias, premiado em 2008 e 2009 como melhor blog corporativo do Brasil, respectivamente, no Best Blogs Brasil (blog corporativo) e no Top Blogs (tecnologia).
E o Planeta Educação, portal educacional que tem como editor o educador João Luís de Almeida Machado, Doutor em Educação pela PUC-SP; Mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (SP); Professor Universitário e Pesquisador; Autor do livro "Na Sala de Aula com a Sétima Arte – Aprendendo com o Cinema" (Editora Intersubjetiva).
No Planeta Educação há um valioso espaço virtual chamado Cinema e Educação para indicar filmes com uma proposta pedagógica de utilização no ambiente escolar. Imperdível. Socializem aos colegas, alunos, pais e amigos este link.

Recentemente, via twitter, minha ex-professora da pós em TICs Promoção da Aprendizagem (UFRGS-2007) Suzana Gutierrez, editora do blog Gutierrez / Su, indicou um link para a Matemática no Cinema (em diversos filmes, vide link abaixo), listagem feita pela Universidade de Harvard.

Mathematics in Movies

http://www.math.harvard.edu/~knill/mathmovies/

Enfim, cinema e educação são duas formas de leitura de mundo.

sábado, 12 de dezembro de 2009

Não espere... (entre o ideal e o possível)


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=AHRKtXOQsmA

A apresentação de slides acima, descobri por acaso no You Tube, trata-se de um tema motivacional que é justamente o de não esperar demais pelas coisas acontecerem. Entre o ideal e o possível, muitas vezes precisamos trabalhar dentro de nossas possibilidades, como canso de dizer aos cursistas e alunos, pois o que hoje é ideal, daqui há seis meses, no que tange às TICs, por exemplo, já ficou ultrapassado... Então, o importante não é apenas buscar condições ideais de trabalho - que são evidentemente necessárias e que se deve lutar sempre para obtê-las -, mas também, nesse meio tempo, saber utilizar-se do que tem à disposição. Pois, o maquinário é apenas uma ferramenta, e muitas coisas são possíveis de serem feitas a partir da criatividade de educadores e educandos.
Um exemplo clássico disso, foi certa feita quando em oficinas com o uso do software Hagáquê, uma professora perguntou-me se não tinha uma versão para Linux (já que o mesmo só rodava em Windows), pois o laboratório de informática da escola era no sistema operacional era diverso do que fora criado o referido software.
Naquele mesmo instante, uma outra cursista (que infelizmente não recordo-me o nome), sugeriu que fizéssemos uma História em Quadrinhos (HQ), numa apresentação de slides, pois ela assim o fazia. Maravilha de sugestão, pois independente do sistema operacional, pode-se usar o Impress ou Power Point para criar apresentações de slides, em que a criatividade do usuário poderá fazer a cada slide um quadro ou dividi-lo em dois ou mais, utilizando-se também das ferramentas de desenho para criar figuras, balões para diálogos e tudo mais...
Por isso, seja na vida ou no trabalho, não esperem muito pelas coisas acontecerem, pois o tempo passa veloz...
Parafraseando versos de antiga canção: "(...) Quem sabe faz a hora, não espera acontecer...

Observação 1: a bela apresentação de slides acima, de autor não-identificado por mim, apresenta a música Save Me, da banda Hanson.

Observação 2: O software pra criação de histórias em quadrinhos Hagáquê, desenvolvido pelo NIED/UNICAMP, pode ser baixado gratuitamente, basta clicar no link (atalho) abaixo e lá efetuando o preenchimento de pequeno cadastro:

Download Hagàguê, do NIED/UNICAMP

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

DosVox: vídeo sobre o programa para deficientes visuais


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=19c3UyCuSuk

Vídeo acima, encontrado no You Tube, trata do programa DosVox, desenvolvido pelo NCE - Núcleo de Computação Eletrônica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
O DosVox, conforme o NCE, é um sistema operacional que "permite que pessoas cegas utilizem um microcomputador comum (PC) para desempenhar uma série de tarefas, adquirindo assim um nível alto de independência no estudo e no trabalho".

O que é o DosVox?

O DOSVOX é um sistema para microcomputadores da linha PC que se comunica com o usuário através de síntese de voz, viabilizando, deste modo, o uso de computadores por deficientes visuais, que adquirem assim, um alto grau de independência no estudo e no trabalho.

O sistema realiza a comunicação com o deficiente visual através de síntese de voz em Português, sendo que a síntese de textos pode ser configurada para outros idiomas.

O que diferencia o DOSVOX de outros sistemas voltados para uso por deficientes visuais é que no DOSVOX, a comunicação homem-máquina é muito mais simples, e leva em conta as especificidades e limitações dessas pessoas. Ao invés de simplesmente ler o que está escrito na tela, o DOSVOX estabelece um diálogo amigável, através de programas específicos e interfaces adaptativas. Isso o torna insuperável em qualidade e facilidade de uso para os usuários que vêm no computador um meio de comunicação e acesso que deve ser o mais confortável e amigável possível.

Grande parte das mensagens sonoras emitidas pelo DOSVOX é feita em voz humana gravada. Isso significa que ele é um sistema com baixo índice de estresse para o usuário, mesmo com uso prolongado.

Ele é compatível com a maior parte dos sintetizadores de voz existentes pois usa a interface padronizada SAPI do Windows. Isso garante que o usuário pode adquirir no mercado os sistemas de síntese de fala mais modernos e mais próximos à voz humana, os quais emprestarão ao DOSVOX uma excelente qualidade de leitura.

O DOSVOX também convive bem com outros programas de acesso para deficientes visuais (como Virtual Vision, Jaws, Window Bridge, Window-Eyes, ampliadores de tela, etc) que porventura estejam instalados na máquina do usuário.

O DOSVOX contava em dezembro de 2002 com cerca de 6000 usuários no Brasil e alguns países da América Latina. Nesta época, o número de usuários que acessava a Internet era estimado em cerca de 1000 pessoas.

Fonte: NCE/UFRJ

Já utilizei o DosVox, em 2006 e 2007, no projeto de informática na educação especial, desenvolvido em parceria entre o Núcleo de Tecnologia ducacional (NTE) Rio Grande, da 18ª Coordenadoria Regional de Educação, com as professoras da educação especial da EEEF Barão de Cêrro Largo, da cidade do Rio Grande - RS - Brasil, em especial, com as professoras parcerias Nirlei Rodrigues e Nicéia Gonçalves, tendo como aluna monitora Luize Dorneles.
Luize nos ensinou a usar o DosVox junto a alunos cegos e com baixa visão e foi uma experiência de aprendizagem mútua. Atualmente Luize é acadêmica do curso de Pedagogia, da Fundação Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

O DosVox pode ser baixado gratuitamente e utilizado num microcomputador que tenha placa de som e caixas de som e/ou fones de ouvido para que o aluno possa ouvir a pronúnica de cada tecla digitada e depois toda frase escrita.
No DosVox, além do EdiVox (o editor de texto próprio do programa), existe uma série de utilitários e aplicativos. Na verdade é um sistema operacional completo, direcionado àqueles que têm deficiência visual.
É possível inclusive acessar a internet e ler páginas e imagens (caso estas tenham legendas indicativas do que se trata).
Quem me ensinou a configurar a internet pro sistema DosVox foi um rapaz cego, amigo de um aluno cego, via MSN. Eu que foi o aprendiz naquele momento.
Todo educador deve ter essa consciência de que sempre está aprendendo, mais do que ensinando.

Download gratuito do DosVox

Manuais dos programas do DosVox

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Método de ensino ajuda deficientes visuais nas aulas de física


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=6rEK_VacZPM

Vídeo acima, indicação via twitter da coleg'amiga Elisângela Zampieri, educadora de Curitibanos - SC - Brasil; professora da educação especial e editora dos blogs Sobre Educação e Etc e tal.
Trata-se de método de ensino, desenvolvido pelo prof. André Tato do Colégio Pedro II, do Rio de Janeiro - RJ, Brasil, para ensinar física a alunos com deficiência visual. Inclui o depoimento da aluna Bárbara Perez Franco, sobre o método de ensino.
Uma bela e notável iniciativa de um educador em prol da inclusão pedagógica, tecnológica e social.

Para maiores detalhes, leiam reportagem da Revista Ciência Hoje, no link abaixo:

Revista Ciência Hoje

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Google Wave - Tutorial e Apresentação em Português


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=S3rdtntIOCE

Vídeo acima, breve apresentação do Google Wave, "que promete revolucionar a forma de comunicação na web, com várias funcionalidades, reunindo a um só tempo chat , compartilhamento de arquivos e edição de documentos, tudo em tempo real. Eu já recebi o convite , mas ainda estou estudando a ferramenta. É muita coisa para assimilar ao mesmo tempo, mas enfim, é preciso 'pegar a onda', escreveu Marli Fiorentin em seu blog.
A coleg'amiga Marli Dagnese Fiorentin, de Nova Bassano, Rio Grande do Sul, Brasil, é editora de diversos blogs educacionais e literários, dentre eles o blog Blogosfera Marli; professora da rede pública estadual do RS, vencedora do Prêmio Microsoft Educadores Inovadores 2008, com o projeto Voo BPF, que pode ser conhecido em seu blog principal, em que proporcionou a interação, via mundo digital de educadores e educandos do Brasil, Portugal e França.
Tive o privilégio de conhecer Marli, rapidamente, durante a 9ª WCCE - Conferência Mundial sobre Computadores na Educação, em Bento Gonçalves - RS - Brasil, em julho/2009.

O vídeo acima, foi produzido por Afonso, estudante de computação da Universidade Estácio de Sá, do Rio de Janeiro - RJ, Brasil.

Abaixo, vídeo original da apresentação do Google Wave (em inglês, mas com legendas em português):

Google Wave - Visão Geral do Produto - Stephanie Hannon, Torsten Nelson


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=5xZgm7AzgLM

Eu vibro muito quando vejo esse novos recursos propondo uma cada vez maior integração e convergência de equipamentos e programas e uma maior interação entre as pessoas, mundo afora. Sonho com o dia que uma nova Matrix social possa ser construídas entre homens e máquinas, mas principalmente entre as pessoas, através delas próprias, e que as máquinas sejam apenas ótimas ferramentas de inclusão tecnológica, pedagógica e social.
Imaginem só mesclar as funcionalidades de recursos como o Google Wave, o Google Earth, o Second Life, o XBox 360 e outros, num ambiente virtual que torne cada vez mais próxima a comunicação entre os seres humanos, possibilitando a difusão de ideias e o compartilhamento não apenas de arquivos, mas de ideais.
Quem sabe um dia a nossa Matrix civilizatória possibilite uma onda (como aquela que se faz nos estádios de futebol, a "Ola"...) de solidariedade, pelo mundo real, a partir do mundo digital; uma corrente do bem, através das redes sociais.

Abaixo, link para essa onda:

Google Wave

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Apaixone-se pela vida, pelo trabalho e por você mesmo


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=mmRCCGFeb1c

Vídeo motivacional acima, de autoria de Junior Kinsell, descobri por acaso no You Tube, mas nada é por acaso mesmo, nem mesmo o acaso...
Sua mensagem é uma declaração de amor à vida, à natureza, ao mundo e acima de tudo a si mesmo. Sem paixão pelas coisas que nos rodeiam, e amor-próprio, não se consegue amar nada nem ninguém.
Apaixonar-se a cada dia pelas mesmas coisas também é essencial, para que tudo que façamos tenha continuidade e sentido em nossa vida.
Portanto, apaixonem-se sempre, por algo ou alguém, todos os dias; dia sim, dia também e no outro idem...
Um vídeo para comemorar os 8 meses de criação do Educa Tube, um blog educacional que iniciou-se individual mas que é mantido muitas vezes pelas indicações de colegas e amigos, que valorizam e muito com suas sugestões e divulgação este pequeno canal dirigido aos educadores e à educação.
Grato a todos os seguidores, colaboradores e visitantes.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

A Beautiful Lie (Uma Linda Mentira), da 30 Seconds To Mars


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=IBnvc5IExIk

O vídeoclip acima, A Beautiful Lie (Uma Linda Mentira), da banda 30 Seconds To Mars (Trinta Segundos para Marte), foi totalmente filmado a 200 milhas ao norte do círculo polar ártico, com belíssimas imagens e uma provocativa e reflexiva canção.
Estamos rodeados por lindas mentiras sobre a preservação do meio ambiente, por parte de algumas grandes nações e empresas multi e transnacionais, que não se comprometem a rever seu modus operandi, o que tem causado direta e indiretamente o aquecimento global e as mudanças climáticas.
Lindas mentiras estão nas propagandas, no marketing, nos discursos e cartas de intenções de alguns políticos, que posteriormente são descobertos (e filmados) em diversas negociatas, envolvendo verbas públicas, que são dragadas para a vala comum da corrupção e que poderiam, se usadas no seu verdadeiro destino, melhorar as condições de educação, saúde, segurança etc da população em geral.
Lindas mentiras que precisam ser sempre condenadas pela opinião pública, ainda que nem sempre tais atitudes antiéticas sejam condenadas pela justiça dos homens.

Abaixo, alguns tweets a respeito deste tema, que fui colocando no meu nanoblog (Twitter), enquanto ouvia o clip acima e o videoclip From Yesteday, da mesma banda, logo abaixo:

"Uma linda mentira (A beautiful lie) também é a "preocupação ambiental" das nações mais ricas do mundo, causadoras em parte do mundo em que vivemos.
Lindas mentiras são os discursos e desculpas dos políticos corruptos, quando pegos em alguma negociata - lindas mentiras que não enganam ninguém.
A canção A Beautiful Lie, da banda 30 Seconds To Mars fala justamente disso: da perfeita enganação, da mentira perfeita...
É mais fácil acreditar em mentiras perfeitas do que em duras verdades que se assomam ao nosso redor e nos deixam ilhados!
O horário político está repleto de cartas de boas intenções, que depois de postadas são quase todas extraviadas, após as eleições!
Mentiras perfeitas para iludir o eleitor...
A política, que já foi a arte de administrar a coisa pública, com um sentido de bem estar social, tornou-se para uns a arte da enganação!
Vivemos entre pessoas e laranjas, entre samurais e ninjas..."


Depois desses tweets, emendei com um vídeo que ao assitir, vi que tinha tudo a ver com pessoas e "laranjas", samurais e ninjas... Pois trata de ética, moral, conduta social. Vide abaixo.

From Yesterday (Do Passado)


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=w9i8X7p6F7I

domingo, 6 de dezembro de 2009

Educação e Vida, no Educando o Amanhã


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=mNlgV5i7um4&feature=player_embedded

O vídeo lindíssimo acima, é uma produção adaptada pelo prof. Sérgio Motta a partir de texto fabuloso da prof. Dra. Marianina Impagliazzo, e foi uma preciosa indicação (entre tantos vídeos e clipes) da coleg'amiga Semiramis Alencar, educadora carioca, mas vivendo em Itamonte - Minas Gerais, Brasil, editora do blog Educando o Amanhã.
A força das imagens de crianças, jovens e idosos junto a animais (fotos de Gregory Colbert), possuem perfeita sintonia e sincronia com a música Dias Melhores, da banda Jota Quest e com o poderoso texto da prof. Marianina Impagliazzo, que trouxe-me ecos de Paulo Freire em sua Pedagogia da Autonomia.
Algumas frases gostaria de destacar, pois são por demais emblemáticas e necessárias, para serem repetidas todos os dias em casa, no trabalho e no viver em sociedade:

"Somos o espaço que habitamos e o tempo que vivemos" - de fato, é preciso saber lidar com o espaço educacional, que não se restringe apenas à sala de aula e a escola, que perpassa a casa do aluno e a sociedade, cada qual com seu papel social na "Pedagogia do Exemplo" diário de cada um, principalmente de pais e professores; e saber também lidar com o tempo de aprendizagem de cada um, pois o educador, enquanto educando também tem seu tempo próprio, assim como seus alunos.

"(...) traga o velho para se unir ao novo e se torne uno" , lembra-me Freire, quando disse que ninguém ensina ninguém, mas todos aprendem em comunhão. Maravilha de princípio de vida e de trabalho que deveria ser praticado sempre por pais e filhos, professores e alunos. e por gestores públicos e escolares.

"(...) sem medo de se unir ao desconhecido" , neste ponto, creio que o jovem está um pouco à frente de seu tempo, pois não teme às TICs, que grande parte dos educadores ainda tem receio de se integrar e se incluir neste processo irreversível. Mas cabe oa professor mediar esse tempo de aprendizagem e dar significação ao maquinário no ambiente escolar, para isso precisa, como digo, apropriar-se da liguagem do aluno. Evidentemente que não é uma cobrança do professorado, mas uma constatação de que é preciso flexibilizar o currículo escolar ou o tempo escolar dos educadores para que o corpo docente de uma escola se aproprie das experiências existosas de colegas da rede (seja a rede pública de ensino, seja a rede mundial de computadores). Nem sempre cair na rede é peixe, mas cair na rede mundial de computadores, a web, e lá estabelecer parceria com outros educadores é um dos novos caminhos para a educação e a vida em comunidade, atravessando muito além das fronteiras políticas. Ultrapassar as fronteiras digitais é estabelecer essa viagem ao mundo novo do conhecimento disponível a um simples clicar, teclar...

"O grupo supera o indivíduo e amplia a aprendizagem" , com certeza, uma das mais verdadeiras lições de vida, presente na história da Humanidade, desde sempre. Grandes líderes superaram seus desafios com a união do grupo a que pertenciam e souberam com sabedoria liderar, a partir da vontade de todos e não apenas de sua opinião particular. Somos gigantes quando unidos a outros que têm ideias diversas mas os mesmos ideais.

"Tenha a solidariedade e a responsabilidade com o crescimento do outro" , um conselho que deveria ser ouvido e seguido por pais, professores e alunos, pois cada um tem um papel social com o outro, que pode ser os seus pais, seus professores, seus amigos e colegas de escola, seja colega professor, seja colega aluno... Freire já dizia que "educar é ter a consciência do inacabamento" , e por mais que sejamos algo, estamos sempre aprendendo algo novo sobre o que achamos saber... A aprendizagem e o ensino são continuados e pra sempre, durante toda a existência.

Por fim, uma frase que deveria estar estampada em cada uniforme escolar, em cada camiseta de professor e aluno, pai e filho: "Ninguém constroi caminhos para estar isolado". Vivemos em sociedade e precisamos ser (verbo) um ser (gênero e espécie) humano mais afetivo, cordial, solidário e responsável pelos seus atos que implicam desdobramentos na vida do outro. O outro poderá ser nós mesmos para alguém mais, mais adiante, e assim por diante... Redundâncias? Sim... Redundâncias e repetições, pois são através dessas que estabelecemos parcerias e aprendemos algo novo...

Marvilha de texto, de música, de fotografias e de mensagem.
Parabéns e obrigado, querid'amiga Semiramis, pelo teu blog, trabalho e indicações aos teus leitores e a este teu coleg'amigo, aqui do extremo sul do Rio Grande do Sul e do Brasil.

Vejam mais alguns incríveis vídeos (link abaixo), que embora não estejam no horário nobre das televisões - recheadas de pegadinhas e videocassetadas e outras coisas mais -, mas que são nobres e merecem ser divulgadas à sociedade:


Educação e vida - alguns vídeos sobre educação e cotidiano, no blog Educando o Amanhã

http://educandooamanha.blogspot.com/2009/12/educacao-e-vida-alguns-videos-sobre.html

sábado, 5 de dezembro de 2009

Imigrantes e nativos digitais (Nemo e Barbie)


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=FD1bnqEUSKA

Descobri por acaso no You Tube, um criativo e original vídeo, utilizando-se do teatro de bonecos, com personagens do universo infanto-juvenil, para tratar de um tema atualíssimo: o uso das tecnologias da informação e da comunicação em nosso cotidiano.
De certa forma, como o vídeo demonstra, existem mesmo nativos e imigrantes digitais ao nosso redor. Os alunos já são os nativos, que nasceram numa nova era, a da informação digitalizada. Os professores e os pais destes, ainda estão migrando para esse Novo Mundo. São imigrantes chegando a uma terra nova.
Como bem destacado no Twitter pela professora Sonia Bertocchi, editora do blog Lousa Digital: "Os alunos são digitais e os professores analógicos".
Abaixo, reprodução literal do tweet (às 23:19h do dia 28/11), no Twitter da profª. Sonia Bertocchi:

"uma outra visão: jovens vivem no mundo digital, professores, no analógico..."

Nativos e imigrantes ainda estão em fase de conhecimento mútuo e de uma interaçao maior. Alguns projetos como o aluno monitor promovem essa inclusão digital entre ambos, professores e alunos.
Twitter, blog, orkut, msn, sms, facebook e tantos outros recursos digitais são formas de diminuir distâncias entre os dois mundos (o real e o digital), bem como alargar fronteiras educacionais. Depois da familiarização e da reprodução do que já existe, os educadores e seus alunos poderão partir para novas descobertas, produzindo conteúdo próprio, como o criativo vídeo acima, que servirá de incentivo e apoio a outros, ampliando a sua rede social.
No século XXI, a palavra de ordem é Colaboração, seja entre educadores da mesma escola ou de locais distantes, via mundo digital, seja de educadores e seus educandos, na sala de aula e/ou no laboratório de informática/sala digital.
Existem diversas experiências exitosas, algumas delas sendo destacadas pelo Educa Tube e outros blogs educacionais.
O que não se deve é aceitar o "xenofobismo" às TICs, como alguns têm, nem a idolatria de outros. Os multimeios são apenas ferramentas de apoio, de auxílio ao processo de ensino-aprendizagem. O maquinário depende do usuário. E no que tange a educação, precisam cada vez mais da mediação do educador junto aos seus alunos, para transpor as fronteiras e barreiras entre nativos e imigrantes digitais.
Como se faz isso? Com bastante diálogo e leituras de mundo de ambos...
Para que o aluno seja incluído neste processo, cabe também aos educadores se incluírem nesse Novo Mundo de inúmeras descobertas que é o ciberespaço.

Dados do vídeo acima:

Participantes do vídeo: Priscila Mara, Solange S. Costa e Rafael e a prof. Edméa, da UERJ.
Vídeo criado em 2007, incluindo nos créditos finais a música The Kill, da banda 30 Seconds To Mars. Um belo videoclip que merece ser visto, naõ só pelas imagens mas pela bela canção...

O referido vídeo trata da questão da duplicidade, algo que é importante para professores e alunos exercitarem no ambiente escolar: aprender a olhar o mundo do Outro, exercitar o olhar para a alteridade...

Apresentação do vídeo acima, no You Tube:

Nemo e Barbie debatem a existência de duas tribos do novo milênio: os nativos e os imigrantes digitais!

Link abaixo, para versão legendada da canção:

The Kill, da banda 30 Seconds To Mars

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Palavra Cantada - Fome Come


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=9mccYgybzeU

Belo e criativo vídeo acima, Fome Come, do grupo Palavra Cantada, é indicação via twitter da amiga Rosangela Primo, editora do blog Encontros e desencontros.

Palavra Cantada é um projeto dos músicos Sandra Peres e Paulo Tatit. Projeto que visa a utilização de música infantil moderna que fosse ao mesmo tempo lúdica e poética. Objetivo plenamente atingido.
Cada vez mais os educadores estão se apropriando das multimídias e das diversas manifestações artísticas e culturais (teatro, dança, música, poesia, canto, etc) em seu contexto escolar. É um processo gradual e irreversível, pois esta geração é midiática, multifocal e multifuncional. Estabelecer um diálogo entre o mundo do aluno e o do professor é um dos caminhos mais seguros pra paralelamente passar conteúdos e competências escolares de uma forma harmoniosa e signigicante para ambos.
No futuro, sempre digo: Todo professor precisará tornar-se um arte-educador para poder lidar com o mundo jovem que o cerca, seja utilizando a arte e cultura como dinâmica de grupo, na introduçãod e uma atividade, seja usando desses recursos na própria proposta pedagógica ou em algum projeto didático.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Como aprendi e como ensino?


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=vPTxIGxRxPI

O belo vídeo motivador acima (com belíssima canção dos Beatles de fundo), foi indicação via twitter de Robson Garcia Freire, editor do blog Caldeirão de Ideias, do NTE Itaperuna, da cidade de mesmo nome, no estado do Rio de Janeiro, Brasil.
Somos todos frutos de nossas leituras de mundo...

Apresentação do vídeo acima, no You Tube:

Versão em vídeo do texto "Como aprendi e como ensino?", do professor João Luís de Almeida Machado, responsável pelos sites Escolhendo a Pílula Vermelha(www.escolhendoapilulavermelha.com.br), Cinema de Primeira(www.cinemadeprimeira.com.br) e editor do Planeta Educação (www.planetaeducacao.com.br).

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Primeira Repórter com trissomia 21 (Síndrome de Down)


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=KSovq_5NlaM

O vídeo acima, entrevista de Fernanda Honoratto ao Programa do Jô, da Rede Globo, é uma indicação, via twitter, da coleg'amiga Elis Zampieri, de Curitibanos - SC - Brasil, professora da educação especial e editora dos blogs Sobre Educação e Etc e tal.
Fernanda é a primeira com trissomia 21 (síndrome de down) a tornar-se repórter, e dá uma lição ao contar a sua história de vida, de como venceu o preconceito.
Uma entrevista de Jô Soares que merece ser vista, revista e repassada, demonstrando como, se dada a devida oportunidade, todos podem mostrar seu talento individual.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Lamento das Águas, pela profª. Raquel Rodrigues de Farias


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=2edQ7-LXgx8

O vídeo acima, gravado em 27/11/2009, trata-se da canção Lamento das Águas, da profª Raquel Rodrigues de Farias, também cantora e compositora, que desenvolve com seus alunos da rede pública estadual o projeto EduCanto - Educar Cantando.
A gravação foi feita durante reunião do ProEA-PRG, no armazém 5, do Porto do Rio Grande pelo multiplicador em informática educativa José Antonio Roig, do Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) Rio Grande/18ª CRE, que posteriormente editou o referido vídeo, no Moviemaker, publicando-o no You Tube e depois gerando endereço pra publicação no blog do Programa de Educação Ambiental do Porto do Rio Grande - RS - Brasil / ProEA-PRG e também no Educa Tube, pois trata-se de produção de educadores para educadores e alunos.
José Antonio Roig e Raquel Rodrigues de Farias são integrantes do ProEA-PRG.
Educação, tecnologia, meio ambiente, arte e cultura estão interligadas, dialogam entre si, são intertextuais e dinâmicas...

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Doação de Órgãos - Comercial Bailarina


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=_mmAHrGlADk

O criativo vídeo acima, propaganda institucional do Governo de Goiás, Brasil, para campanha de Doaçõo de Órgãos, descobri por acaso, ao inserir vídeos no You Tube, e achei interessante socializá-lo no Educa Tube, primeiro pelas questões humanitária e social, depois pela questão social, do que chamo de "A pedagogia do exemplo".
Educar é doar-se de corpo e alma a uma causa justa...
Se não damos o exemplo não podemos cobrar da própria sociedade uma certa conduta.
Quando era estudante, lá nos anos 1980, lembro-me que doei meus olhos à uma campanha de doação. Depois, na idade adulta, já expressei à família meu interesse de doar os demais órgãos que puderem ser aproveitados para transplante.
Ser solidário é uma questão universal, doar parte de si, quando não mais estiver aqui é de certa forma manter uma pequena eternidade noutra pessoa.
Penso assim...

sábado, 21 de novembro de 2009

Ações que contagiam - Lead Índia - Tree


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=ZXnLPSufbDA

Vídeo acima, que assisti durante o Seminário de Núcleos de Tecnologia Educacional (NTEs), em Porto Alegre, na Seduc-RS, no dia 19/11/2009. Seminário promovido pela CATE - Central de Apoio Tecnológico à Educação.

Apresentação do vídeo acima, no You Tube:

Um vídeo que prende a atenção devido à sua produção sensível e inteligente. Uma criança se mostra solidária e proativa, o que contagia os demais.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

O Som do Silêncio


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=_DADdyUiPko

O encantador e motivador vídeo acima foi indicação, via twitter, da coleg'amiga Chris Angelotti, editora do portal ABC Kids, que recomendo a professores e alunos, pais e filhos...

Somente com o exercício da alteridade se alcança a solidariedade, que disse Rubem Alves, com outras palavras, em sua bela crônica "É assim que acontece a bondade".
A inclusão é póssível desde que toda a comunidade se inclua nesse processo...
Colocar-se no lugar de quem não ouvem, sentir essa sensação é um dos primeiros passos para estabelecer um diálogo entre projetos e pessoas...
Já coordenei projeto de informática na educação especial com alunos surdos, cegos, deficientes mentais e portadores de necessidades especiais, numa parceria do NTE Rio Grande/18ª CRE, onde sou multiplicador em informática educativa, com as professores da educação especial da EEEF Barão de Cêrro Largo, de Rio Grande - RS - Brasil.
Tínhamos instrutores surdos nos auxiliando nesse diálogo...
Colocar o portador de necessidades educativas especiais (PNEEs) como sujeito e agente de inclusão é a maior necessidade...
Por mais que tentemos nos aproximar de seu universo, nada como ser um nativo pra entender melhor essa realidade e estabelecer com os demais projetos e atividades integradas.

Apresentação do vídeo no You Tube:

Video da ONG brasileira Vez da Voz conta a história de uma menina surda e de como uma criança com deficiência se relaciona com seus amigos não-deficientes na escola.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

A História do Google


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=EjN5avRvApk

O interessante vídeo acima, foi uma indicação indireta, via twitter, feita aos seus seguidores, pela publicitária Candice Goulart de São Paulo - SP - Brasil, que se diz "interessada em novas mídias, tecnologias e comunicação em geral ;)".
Para entendermos a internet (a famosa rede mundial de computadores) e o próprio modo de vida virtual que se instalou no século XXI, precisamos conhecer um pouco da história do Google - o maior indexador de conteúdos e buscas da web -, responsável por um grande número de inovações tecnológicas, que promovem a pesquisa e a produção de conteúdo, como: Google Earth, Maps, Docs, Reader, Analytics, You Tube, Orkut, Blogger, Talk, Chrome, Wave, etc.
Muitos desses recursos já estão sendo incorporados ao fazer pedagógico de diversos educadores, proporcionando o trabalho compartilhado entre professores e alunos, como o próprios Docs, por exemplo. Uma apresentação de slides, um arquivo de texto, uma planilha de cálculo etc podem ser feitos de forma colaborativa e a distância, utilizando esse e outros recursos, como o próprio blog.
Muitos professores de história e de geografia já dão algumas de suas aulas utilizando-se das fotos de satélite do Google Earth e as animações nele contidas, como Moon, Rome, do fundo mar etc.
Enfim, diversas possibilidades de uso inovador, desde que utilizadas de forma criativa.
Imagino, no futuro não muito distante, a fusão de recursos como o Google Earth, o Second Life, o Twitter e outros tantos, numa grande portal de simulação da vida em geral, com fins educacionais, que possa de certa forma mudar a própria Matrix da Educação...
Muitos educadores já estão se dando conta de como essa geração é vinculada às TICs e se apropriando de alguns desses recursos em sua prática escolar.
Um dia, quem sabe, as tecnologias tão incorporadas ao cotidiano de aluno, de forma recreativa, possam ser também utilizadas no cotidiano escolar, de forma pedagógica e instrutiva pelos educadores.
Há que se ter a consciência de que "ao invés de robotizar as pessoas, precisamos sim é humanizar as máquinas"; o maquinário é o acessório, o usuário sempre o bem principal de uma sociedade.

domingo, 15 de novembro de 2009

ETC_POA: Encontro de Tuiteiros Culturais,em Porto Alegre, dia 18/11/09


Caros visitantes e seguidores dos blogs Educa Tube e Letra Viva do Roig, informo aos interessados em participar, que estou organizando, junto com a professora Rute Vera, da UFRGS, o ETC_POA, ou seja, o Encontro de Tuiteiros Culturais.

Segue abaixo, algumas informações sobre o evento, que copiei do blog Sempre Avanti:

ETC_POA

Encontro de Twiteiros Culturais

Porto Alegre - RS


Data: 18/11/2009
Horário: 20h
Local: Cachaçaria Água Doce
Veja aqui como chegar!

Todos os que curtem e fazem parte da comunidade do Twitter estão convidados a participar deste grande encontro.

Neste encontro teremos poetas, educadores, blogueiros, músicos, informatas, etc, etc... várias pessoas de várias áreas distintas.
Essa diversidade tornará o encontro de uma riqueza ímpar. A "Torre de Babel" se repetirá na cachaçaria, entre umas degustações de comes e outras de bebes.

Pretende-se dar voz a todos que estiverem presentes, para isso adotaremos uma sistemática:

O evento será ao estilo gaúcho da Roda de Chimmarrão, em que passaria de mão em mão uma cuia, pra dar vez e voz a cada participante. (ideia do @zeroig)
Cada participante terá 140seg para falar. Tendo de ser sintético, ao estilo dos twitts. (ideia do @zeroig)
Um dos assuntos a ser abordado será o próprio Twitter e suas possibilidades nas mais diversas áreas.
Outro assunto será o Twitter e a quebra de paradigmas nas redes sociais virtuais.
E outro será o surgimento das relações interpessoais, criando-se laços de amizade que poderão perdurar fora do virtual.
E outro será... temos tantos assuntos a abordar que fica dificil limitar, mas torna-se necessário devido ao tempo e dependendo da quantidade de pessoas presentes.
Quem tiver notebook com 3G leve ao evento para podermos conversar com outras pessoas que tiverem interesse em discutir conosco sobre os assuntos que abordaremos.
Webacan e twitcan estarão a pleno vapor.
Quem estiver com o notebook ficará publicando no Twitter os acontecimentos do evento.
Como os poetas estarão em um numero considerável, podemos fazer "um pequeno e-sarau (um sarau eletrônico), já que @denisonmendes, @dullim @carolmorales @zeroig etc escrevem poemas em blogs e no twitter" (@zeroig).

Até a próxima quarta surgirão mais ideias.

É importante que confirmem presença, pois a Cachaçaria solicitou a quantidade de pessoas para este evento. Assim eles poderão definir qual dos salões poderá ser reservado exclusivamente para nós.

Pessoal, confirmem presença pelo Twitter, enviando um twitt para @rutevera ou @zeroig.

Aguardamos a presença de todos para que este evento tenha um brilho todo especial.

Até o dia 18/11, gente!

Forte abraço

Rute e Zé Roig.



- x - x - x - x - x - x - x - x - x-

A ideia surgiu de uma conversa informal minha com @denisonmendes , @dullim , @rutevera e outros no próprio Twitter, quando vi outros ETCs pelos país afora, principalmente em São Paulo e Rio de Janeiro.
Como dias 18 e 19/11, estarei em evento na Seduc-RS, propus aos amigos do twitter de Porto Alegre uma reunião informal, que acabou tornando-se um ETC_POA , com o apoio dos organizadores dos demais ETCs, dentre eles o @jlgoldfarb , de São Paulo, que gentilmente colocou-se à disposição nossa. Grato a todos que aderiram a essa ideia de tratar de twitter, redes sociais, convergência de recursos tecnológicos e pessoas, maquinários e usuários.
Os que não puderem se fazer presentes (pedimos confirmação via twitter meu @zeroig ou da @rutevera por causa da reserva de espaço no local), poderão acompanhar o encontro através do próprio twitter, onde forneceremos um link pra TwitCam que estará ligada.
Como já defini: Considero o twitter, mais que um nanoblog e uma rede social, mas um GPS cultural, que possibilita que sigamos pessoas e estas nos sigam, que encontremos pessoas que compartilham, socializam seus fazeres e saberes, que divulguemos ideias e ideais, projetos individuais e/ou colaborativos, que informemos sobre nossas atividades e conheçamos as doutros, enfim, uma verdadeira aldeia global, que força o poder de síntese em apenas 140 caracteres. O pouco que se torna muito, pois proporciona que façamos conexões com pessoas mundo afora, no Twitter World, como chamo.
Graças ao twitter, meu blog Educa Tube, que divulga vídeos educacionais e material diverso aos educadores, em apenas 7 meses de criação (08/08/2009), atingiu quase 40 mil visitas e mais de 60 seguidores. Hoje, o Educa Tube, um blog educacional e individual é mantido graças as indicações diretas ou indiretas do twitter e seus tuiteiros. Sugestões preciosas que repasso aos que me seguem, sempre indicando a referência e fazendo link para seus blogs e sítios, caso tenham.
Uma rede social se faz assim, socializando informações que gerem conhecimento a todos!
Para quem deseja conhecer mais do Twitter, no próprio Educa Tube existem alguns vídeos (no menu do blog, opção marcadores, existem vídeos que explicam o que é e como se cria um perfil lá), com passo a passo virtual de como usá-lo... Atualmente sou mais tuiteiro do que blogueiro, mas há como conciliar os dois, pois um complementa o outro. Podemos no twitter divulgar atalhos pra blogs, onde podemos melhor apresentar ideias e ideais, projetos e atividades.
Ainda estou explorando as inúmeras possibilidades de ambos.
Como digo por lá: Sou um urbanauta em expedição, ora ao Twitter World, ora ao Mundo Real...
Sugeri a sistemática da cuia de chimarrão, costume bem provinciano dos gaúchos, pois lembrei-me de citação do grande Leon Tolstoi: "Queres ser universal, canta a tua aldeia". Lembrei-me também de Marshall McLuhan e seu conceito de aldeia global. Uni as duas coisas no Twitter, uma verdadeira aldeia global de 140 caracteres... No ETC_POA serão 140 caracteres pra quem estiver conectado ao notebook, como eu, além de 140 segundos de fala a cada rodada do chimarrão virtual! Até lá...

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Poesia de Cordel - Patativa do Assaré


Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=3EBeaTNqA28

A criativa apresentação de slides acima, dos alunos da 5ª série (turmas 501, 502 e 503) da Escola Estadual Dep. Manoel Costa, de Belo Horizonte, Minhas Gerais, Brasil, foi uma indicação, via twitter, da coleg'amiga Gloria Diógenes, editora do incrível blog literário Linhas ao vento, que eu recomendo aos visitantes e seguidores do Educa Tube.
A apresentação de slides trabalha com a poesia de cordel e, em especial, com a obra de Patativa do Assaré, compositor, improvisador e poeta cearense.
Um vídeo criativo que envolve o "leitor" de suas imagens, desde o efeito de folhear as páginas virtuais, como se fosse um livro de colorir, até a junção de arte e cultura,uso integrado de música, poesia, desenho e pintura, retratando pelo olhar dos alunos a realidade local, descrita por Patativa do Assaré.
Um belo exercício de alteridade e de expressividade, através do desenho e do colorir.
Parabéns aos profs. Ivan Macedo e Juliana, aos seus alunos e à escola por esta apresentação de slides que reúne essas diversas possibilidades, através do olhar na própria diversidade.
Divulgar a produção escolar é um dos objetivos do blog Educa Tube.

Apresentação do vídeo no You Tube:

Trabalho realizado na aula de artes com alunos de 5ª série da E.E. Dep. Manoel Costa BH-MG sobre a poesia O Boi Zebu e as Formiga pelos professores André Macedo e Juliana.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Descolagem: a escola do século XXI, por Luli Radfahrer


Fonte: http://videolog.uol.com.br/video.php?id=389425

http://www.luli.com.br/2008/11/29/descolagem-a-escola-do-seculo-xxi/

O fabuloso vídeo acima, é uma valiosa indicação, via twitter, da colega Ivanise Meyer, educadora do Rio de janeiro - Rj - Brasil, e editora dos blogs Baú de Ideias e Baú de Informática, e autora do livro Brincar e viver .
Trata-se da palestra Descolagem #3 - de Luli Radfahrer - Para que serve uma monocotiledônea? (nerds, mídias sociais e a escola do século 21).
Uma incrível, criativa e originalíssima palestra de 60 minutos; palestra final da terceira edição do projeto Descolagem realizado no NAVE (www.nave.oi.com.br) em 22 de novembro de 2008 com curadoria de Beto Largman em parceria com o instituto Oi Futuro.

Tem coisas que só assistindo pra ter uma verdadeira dimensão do que se trata... Eu adorei demais... Extremantente criativa, divertida, irônica e motivadora...

Indico para todos os educadores com seus alunos e também equipes diretivas e comunidade escolar assistirem num local amplo, pra promover a motivação e a reflexão.
Uma palestra que foi publicada há quase 1 ano atrás e já foi assistida por quase 300 mil pessoas no portal Videolog.