domingo, 17 de novembro de 2019

"Uma casa bem aberta" à imaginação: delicada animação de beleza sem igual, envolvendo cinema e literatura




O vídeo acima "Una casa bien abierta" é uma preciosa e delicada animação e trailer para divulgação de livro de mesmo nome (publicado por Pequeño editor, em abril de 2014), com texto de Carlos Pessoa Rosa e ilustrações de Claudia Legnazzi, que descobri no YouTube.
Uma animação que se utiliza de materiais, provavelmente, colhidos na beira de uma praia, como pedras, paus, conchas, galhos, metais etc.
A história é simples e bela, conforme a apresentação do vídeo no YouTube: "Un niño está solo en la playa, un día de lluvia. Jugando, piensa en la palabra "casa", la escribe en la arena, la paladea en su imaginación. Por un momento sueña con una casa y una familia tan grandes como el mundo..."
Uma casa bem aberta à imaginação de todas as idades e, em especial, à infantojuvenil, que poderá inspirar professores da educação infantil, séries iniciais do ensino fundamental e os de artes a produzirem um audiovisual, valendo-se de peças recicláveis, coletadas no entorno da escola ou da comunidade escolar.
Um belíssimo, criativo e original curta-metragem de animação para tratar, além de arte e cultura, de meio ambiente, reciclagem, educação ambiental, sustentabilidade e muito mais.
Vejam também outros vídeos do canal Pequeño editor, no link abaixo:

PEQUEÑO EDITOR

Em tempo: o canal Pequeño editor tem uma série de vídeos, intitulada ABECEDÁRIO, de uma delicadeza incrível, narrado por vozes infantis e ilustrações, que merece uma visita, vejam o vídeo da Letra A:



sábado, 16 de novembro de 2019

Mitologia, Filosofia e História através de Games como Origins (Egito), Odyssey (Grécia) e Sindicate (Era Vitoriana): criativos jogos de linguagem




Já é senso comum que os jogos têm grande importância na aprendizagem e alguns professores têm se valido das mais variadas formas de jogos (esportes, de cartas, tabuleiros, digitais, eletrônicos etc) no ensino. Um dos primeiros que vi utilizar-se desse expediente é o professor Michel Gularte, de Criciúma, Santa Catarina, Brasil, editor do portal HISTÓRIA DIGITAL.
A imagem acima é do game Assassin's Creed - ORIGINS [vejam vídeo abaixo, comentado por gamer], que é ambientado no Egito Antigo com seus deuses e mitologia peculiares. O visual é deslumbrante, a jogabilidade é interessante e o mais relevante de tudo: é possível aprender (como aluno) e ensinar (como professor). Mais que isso: é possível aprender e ensinar nos dois polos educativos: professor e aluno, tanto que a indicação deste e dos demais vídeos que se seguem foi de minha aluna do ensino médio Sabrina Rosso, de Rio Grande (RS), Brasil, que adora Informática, Literatura e Cinema.
Como professor de Literatura e Filosofia, além de Produção Textual e PDI - Profissões digitais inovadoras, vi no material a seguir uma fonte incrível de interação entre professor e aluno, justamente nas 4 disciplinas que ministro, pois para trabalhar com Filosofia, antes deve-se tratar de mitologias; para ensinar Literatura é necessário compreender contextos histórico; para incentivar a escrita criativa e a interpretação de textos e a própria Redação há que se pensar como um storyboard (do cinema e games) e um storytelling (a arte da contação de histórias) e tudo isso está incluso nos vídeos, abaixo indicados:



Com o avanço da tecnologia, a arte tem cada vez mais se aproximado da realidade, na questão do visual impressionante de filmes e jogos, que adotam elementos gráficos de alta definição. Mas sempre é bom lembrar que Arte e Tecnologia caminham de mãos dadas desde suas origens. Pensem na arte rupestre: as primeiras manifestações humanas são justamente a fusão da arte de estampar as mãos nas paredes das cavernas, 20, 30 mil anos atrás, fazendo riscos, rabiscos, espelhando animais daquele tempo, usos e costumes e tudo mais. Porém, deve-se isso ao uso de uma tecnologia rudimentar: de extrair pigmentos de árvores, plantas etc. Desde as ORIGENS, arte e tecnologia são siamesas.
Além disso, Arte, Cultura e Tecnologia possuem sua Odisseia, como no vídeo do jogo Assassin's Creed - Odyssey que trata de forma deslumbrante da mitologia grega e de seus filósofos mais destacados, tendo inclusive uma parte do jogo que a Sabrina me indicou, chamada FESTA DE FILÓSOFO, em que são apresentados esses pensadores gregos e seus principais conceitos, e que o jogador avança através da resolução de enigmas diante de uma Esfinge.





Outra valiosa indicação da Sabrina é Assassin's Creed - SINDICATE, ambientado em Londres da Era Vitoriana, e que me remeteu ao ótimo seriado Penny Dreadful:



Por fim, lembrei de INFERNO DE DANTE, jogo inspirado na Divina Comédia, de Dante Alighieri, que é justamente uma quase ode à Filosofia entre o período medieval e o renascimento. Outro vídeo deslumbrante que pode ser utilizado tanto na aprendizagem como no ensino da Literatura, da Filosofia, da arte e cultura:



A leitura é um jogo de linguagem, os jogos possuem uma narrativa, não há bom escritor sem antes um grande leitor. Enfim, para se tratar de Produção Textual, há que se pensar na bagagem artística e cultural do alunado para que esse se valha dessa bagagem nas alusões e repertórios numa Redação. Tudo esta integrado, conectado, e os jogos eletrônicos podem ser um grande aliado nesse processo de ensino-aprendizagem, ainda mais que a atual geração é eminentemente audiovisual. Promover a associação entre a teoria e a prática pelas mais variadas formas podem proporcionar um maior significado e significação ao próprio ato de educar, em que ambos aprendem e ensinar uns aos outros: professores e alunos.
Aprendi muito com Sabrina durante as aulas e ensinei também a ela e seus colegas um pouco de minha bagagem, como professor. As indicações acima, considero relevantes, justamente por tudo que foi abordado.
Nas redes sociais, alguns colegas e amigos me indicaram outros materiais. A colega e amiga Lúcia Xavier, via Twitter, indicou-me Jeremiah McCall, professor e historiador de Cincinnati, Ohio, EUA, deditor do portal GAMING THE PAST, que também utiliza os jogos eletrônicos em seu fazer pedagógico.
Outro amigo digital, Marcius, via Twitter me indicou o canal ManyaTrueNerd, no YouTube, que tem algumas séries de jogos, como Total War, Crusader Kings 2 e Imperator: Rome que trabalha com essa questão (apesar do canal ser mais direcionado aos jogos de azar).
Portanto é possível trabalhar e estudar através de jogos: Mitologia, Filosofia, Literatura e Redação de uma forma criativa, divertida e associativa, além da simples memorização de conteúdos. Um bom jogo de linguagem a todos, pois todas essas áreas valem-se da linguagem e do jogo [direta ou indiretamente] para passar informação que gere conhecimento.

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Livro infantil que se planta após a leitura preservando o meio ambiente de forma lúdica




O vídeo acima Un libro que se planta - Libro Árbol, descobri na rede social e trata-se de uma ação incrível que o portal Notaterapia destaca.
Uma belíssima ação de conscientização para a importância do meio ambiente e da conservação das florestas e incentivo à leitura para as crianças.
Conforme o portal Notaterapia: "Em 2015, uma editora da Argentina, denominada Pequeño Editor, destinada à literatura infantil, lançou em parceira com a agência de publicidade FCB Buenos Aires, um livro que pode ser plantado após sua leitura. O livro Mi papa estuvo en la selva, escrito pelo argentino Gusti e ilustrado pela francesa Anne Decis, conta uma aventura na selva equatoriana. Ele foi cuidadosamente elaborado com tintas biodegradáveis e papel reciclado. No seu interior, abriga sementes de jacarandá, árvore ameaçada de extinção, principalmente, na Argentina".
Uma iniciativa relevante, criativa e original pois o livro vem com algumas instruções: "[...] o primeiro passo é ler a história para a criança. Depois da leitura, ele deve ser umedecido e guardado longe da luz solar até que germine. Os próximos passos são plantá-lo e regá-lo com frequência para que a árvore se desenvolva. Com a leitura, as crianças aprendem, de forma lúdica, a importância da sustentabilidade e da preservação do meio ambiente, despertando a consciência ambiental e o cuidado com a natureza."
Sustentabilidade, ludicidade, educação ambiental, literatura, cidadania, sociedade.
Plante uma árvore-livro, cultive ideias e ensine um filho-aluno a cuidar da Mãe-Natureza.

sábado, 9 de novembro de 2019

Como funcionam as redes sociais: peça de humor que é metáfora para a conduta de alguns no mundo digital em paralelo com o mundo real




O vídeo acima "Como funcionam as redes sociais" é uma peça de humor, mas que pode ser encarada como uma metáfora para os a conduta de alguns diante dos espelhos digitais, quando parecem leões mas que no mundo real, longe das telas, não passam de gatinhos.
Um ótimo vídeo que me foi indicado pela colega e amiga Tatiana Lackmann educadora de Rio Grande (RS), Brasil.
Muitos dos conflitos nas redes sociais não existiriam no mundo real, pois olho no olho e a coisa funciona doutra forma.
Para ver, rever refletir e debater em produção textual, sociologia etc.

sexta-feira, 8 de novembro de 2019

A importância do Conhecimento entre a teoria e a prática: nunca julgue um livro só pela capa




O vídeo acima, achei no Facebook e é um ótimo material para refletir sobre a importância do conhecimento.
Muitas vezes julgamos as pessoas mais pela aparência do que pela essência. Muitas vezes vamos descobrindo talentos natos com a convivência. Noutras vezes através do incentivo e da motivação, sejamos pais ou professores.
No vídeo em questão mostra exatamente isso: alguém que não possuindo o talento nato para o esporte, resolve fazer cálculos e medições para atingir seu objetivo que é conseguir o arremesso perfeito à cesta.
Lógico que essa dramatização é uma romantização, mas também uma metáfora do como o esforço recompensa de como o conhecimento se adquire pelo esforço; que a precisão é atingida pela repetição, seja no esporte ou não.
Afinal, mesmo que se tenha um talento é preciso, como um diamante, lapidá-lo. Por mais que se seja inteligente é preciso colocar em prática os conceitos, as fórmulas, equações e tudo mais. Há que se querer aprender para superar obstáculos e desafios.
Um vídeo motivacional que pode se tornar uma boa peça educacional, pela reflexão que ela permite ter entre pais e filhos professores e alunos.
A pedagogia do esporte no cotidiano. E nesse caso, que a famoso "lei do menor esforço" não se enquadra, pois para que sonhos se tornem realidade e que objetivos de vida sejam alcançados há que se bem calcular todas as constantes e variáveis. Como na frase atribuída a Thomas Edison: "A genialidade é 1% de inspiração e 99% de transpiração". E no vídeo em questão mostra isso de firma bem didática.

quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Inclusão e equidade na prática: Jovem skatista com paralisia cerebral pratica o esporte graças a adaptação




O vídeo acima, descobri no Twitter e trata-se de projeto @danielpaniagua_ e o @stevan_pinto que resolveram auxiliar no sonho de @laucpatron e o seu filho João, 7 anos, que tem paralisia cerebral. O menino João tinha vontade de andar de skate e com a ajuda do @skate_anima.
Daniel e Stevan, conforme dados coletados, são: "um fisioterapeuta e um psicólogo, [que] amam skate, e acharam mais que justo que todas as crianças pudessem ter a chance de amar também. Então, inventaram, construíram, acharam um jeito e de lá pra cá realizaram os sonhos de muita gente".
Uma iniciativa que promove a inclusão social através do esporte, e que ilustra bem o conceito de equidade, que é permitir que alguém possa integrar e interagir, respeitando suas limitações e promovendo meios para que as atividades possam ser feitas de forma quase integral.
O menino João, com o equipamento disponibilizado, pode andar de skate, sentido quase todas as sensações do esporte, acompanhado pela mãe. Uma atividade relevante, motivadora e comovente.

domingo, 27 de outubro de 2019

A arte como espelho da sociedade: vídeo do novo desafio nas redes sociais retrata as tragédias do Brasil




O vídeo acima, encontrei no Twitter do Jornalistas Livres e trata-se de uma bela e criativa performance do ator e youtuber Maicon Santini no #EvoluiuChallenge (um novo desafio das redes sociais, envolvendo maquiagem), valendo-se do arte como espelho da sociedade para retratar as grandes tragédias que se abateram sobre o Brasil e os impactos sociais e ambientais.
O Evoluiu Challenge consiste em "fazer um tutorial de maquiagem ao som da famosa música Evoluiu de Kevin o Chris". E, segundo dados, essa evolução pode ser feita por meio de edição de vído usando aplicativos para celular: iMovie para os usuários do iPhone ou InShot para os que possuem Android.
A arte e a cultura são linguagens universais que dispensam muitas vezes as palavras e/ou nos deixam sem palavras.
A arte é uma ferramenta de inclusão social. Através da arte atingimos a imortalidade. Por conta da arte que os humanos atingiram a evolução, lá da arte rupestre até a digital. Valorizar a arte no cotidiano, em toda parte e principalmente na escola e na sala de aula é essencial.
O vídeo em questão trabalha com pintura, música, dança, filosofia, e muito mais. Um rico material para o incentivo da produção e edição de outros audiovisuais no ambiente escolar.
Um material para dinâmica de grupo, seja para tratar de educação ambiental, como para aulas de história, geografia, sociologia, filosofia e outras tantas, como redação e produção textual, além das palavras, com o uso dessas poderosas imagens.
Que tal um Desafio Escolar? Cada professor, junto com seu alunado criar vídeos envolvendo imagens e canções, dentro do contexto e conteúdo de sua disciplina, como um breve Mapa Mental audiovisual? Seria bem interessante acompanhar essa evolução de informações se tornando conhecimento e disponibilizada em canais e nas redes sociais, valorizando a educação.
Todos somos artistas, embora nem todos se deem conta disso. Por isso o papel social do professor, descobrir os talentos natos que cada um tem: música, dança, pintura, esportes, literatura, escultura etc. A escola pode se tornar uma fábrica não de formar talentos, mas de descobri-los em tempo, antes que sejam cooptados pelo lado sombrio da Força. Antes que se tornem integrantes de alguma stormtrooper. Estou falando por metáforas, pois a palavra transformada, transfigurada pela arte é compreendida em qualquer parte, por qualquer idade, entre Vênus e Marte. :-)
Viva a Vida e a Arte, pois a Vida sem Arte é qualquer coisa, menos vida, talvez descarte. Mas até o descarte pode ser reciclado e transformado em ARTE!
Para saber mais sobre o Evoluiu Challenge, clique no link abaixo:

Conheça o Evoluiu Challenge, novo desafio das redes sociais

sábado, 26 de outubro de 2019

Inclusão tecnológica e ação pedagógica entre amigos: alunos e professor se unem para presentear colega com fone celular




O vídeo acima, que descobri através do Twitter do Prof. Diogo de Andrade, trata-se de iniciativa do próprio professor junto com seus alunos de presentearem um colega (Lucas) com um fone celular já que este era o único sem tal equipamento na sala de aula.
Mais que uma ação entre amigos, encaro como uma ação coletiva de inclusão tecnológica e social, permitindo que Lucas se integre aos demais, dentro e fora da sala de aula.
Atualmente, o fone celular é quase um gênero de primeira necessidade diante das inúmeras possibilidades de interação e integração de alguém ao mundo real e digital. O podcast é um ótimo recursos para o professor produzir arquivos de áudio de suas aulas, ampliadas para disponibilizar aos alunos e outras tantas opções que a criatividade é o limite.
Mais que tudo a fala do professor Diogo é uma grande lição de vida através de um pequeno gesto de empatia, solidariedade, alteridade. Afinal ninguém está só quando há numa corrente do bem na rede social, digital ou não, que é a família, a escola, o trabalho e a própria sociedade que é um agrupamento que se forma por afinidades. Desde os primórdios da humanidade, os humanos se unem em tribos, vilas, cidades por afinidades e resistem a tudo, graças a solidariedade de alguns.
Um vídeo mais que motivador, redentor do humano que está em nós.
Parabéns ao professor Diogo com sua "Pedagogia do Afeto" e aos seus alunos e colegas do Lucas pela iniciativa comovedora e ação cidadã.

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Anúncio que trata da questão do tempo e da tecnologia de forma impactante: Precisamos nos ver mais!




O vídeo acima Anuncio Ruavieja 2018 – Tenemos que vernos más, foi indicação via WhatsApp pelo colega e amigo Vágner Nunes, vulgo professor Xiru, residente em Rio Grande (RS), Brasil e é experimento social impactante.
Amigos de longa data que não se veem faz tempo são reunidos para receber uma notícia avassaladora: quanto tempo ainda tem para se reverem nessa vida! Como naquele filme "O Preço do Amanhã", que já foi resenhado por este blog educacional segue link e vídeo do trailer do mesmo, tempo e tecnologia, se entrecruzam na sociedade. Falta tempo para as coisas importantes. Falta atenção para os amigos e entes queridos. Sobra tempo para ficarmos diante de telas e espelhos digitais.
Ainda dá tempo de rever certos valores, humanos... De se importar com um amigo, familiar, um amor distante.Ainda dá tempo de tentar equilibrar a vida entre o real e o digital. E o impacto das telas no cotidiano não é apenas com os jovens e crianças. Olhem em volta quando estiverem num shopping num parque, num restaurante, cinema, qualquer lugar, inclusive dentro da própria casa. Muitos parecem hipnotizados. E isso impacta o dia a dia, as relações humanas, o estudo, o trabalho, o casamento e tudo mais.
Um bom antídoto é sair pra caminhar vez em quando, convidar amigos pra jogar, ver um filme ir numa livraria ou biblioteca, pegar um livro, desconectar-se.



O PREÇO DO AMANHÃ E METÁFORA DO COTIDIANO - RESENHA DO EDUCA TUBE BRASIL

Anúncio de empresa aérea mostra os avanços tecnológicos e transformações sociais em 100 anos através da história de 3 mulheres




O vídeo acima To more memories together (Para mais memórias juntas, tradução livre) é um anúncio de empresa de aviação, contando sobre seus 100 anos de fundação a partir da história de uma de suas funcionárias, uma aeromoça que passou a vocação para as demais gerações mostrando nesse percursos aéreo e terrestre um pouco das evoluções tecnológica e social já que com a terceira geração da neta vê a jovem assumir o comando da nave e do próprio destino deixando de ser coadjuvante para tornar-se protagonista.
Um belo voo pela imaginação, dos pequenos aviões aos grades empreendimentos da aviação.
Um bom material para discutir a questão da emancipação feminina e as transformações na sociedade.

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Designer criativo: gamer constrói simulador de forma artesanal com material reciclável




O vídeo acima foi indicação de meu irmão Sergio Antonio Klaes Roig, artista plástico de São José do Norte(RS), Brasil e trata-se de um vídeo interessante, pois mostra de forma didática, como é possível fazer uma espécie simulador de jogos, de forma artesanal, utilizando materiais recicláveis como tubos PVC, papelão e muita criatividade, além de cola, parafuso e porcas, furadeira e outras ferramentas. Para isso o designer precisa ser, além de gamer e construir seu próprio brinquedo, ter noções de organização de espaço, como quem monta um quebra-cabeças.
O resultado ficou ótimo, incorporando ao material reciclável ao equipamento eletrônico como o monitor de TV, console de videogame e o controle que tem fios ligando cada comando levando em conta conceitos da antiguidade de cabos e roldanas para promover o deslocamento.
Enfim, um simulador de baixo custo, unindo o artesanato ao mundo digital.
Em ambos os campos (artesanal e digital) estão incorporados diversos conhecimentos em diálogo, que professores e alunos, pais e filhos podem trocar numa atividade integrada.

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

A história de ex-aluno diante de seu ex-professor: surpreendente lição de vida e o poder transformador da Educação




O vídeo acima, trata-se de depoimento e Lição de Vida em um reencontro de um ex-aluno, agora professor, diante de seu ex-professor. Uma confissão surpreendente e uma comovente lição de vida promovida pela Educação.
Para não tirar a surpresa desse vídeo incrível, prefiro que cada um assista e reflita ao seu modo, pois mesmo é autoexplicativo, filosófico, terapêutico e redentor.
Que história de vida que marcou um aluno e seu professor.
Um audiovisual poderoso para homenagear todos os professores em seu dia, que é cada dia, pois, diferentemente do burocrata do saber, preocupado mais com dias letivos e carga horária, o autêntico educador está sempre pensando algo em para utilizar em suas aulas. Para um professor, não importa se é domingo feriado, se está de férias. Quando vê um filme, lê um livro, ouve uma música etc sempre pensa em como aquele material pode ser usado em alguma atividade escolar. Tudo é matéria-prima para suas experimentações, projetos, planejamentos e tudo mais.
Garanto que muitos dos professores que seguem e visitam este blog terão profundas reflexões consigo mesmos e depois com seus alunos a partir desse relevante material, que me foi gentilmente indicado pelo amigo Fernando Luis, cantor, poeta músico e artesão de Rio Grande RS, Brasil.
Uma linda lembrança de como pequenos gestos podem transformar pessoas e o mundo.

terça-feira, 15 de outubro de 2019

Adaptação de Aquarela de Toquinho: Bela homenagem do NRE Cianorte (PR) aos professores e agentes educacionais




O vídeo acima, trata-se de adaptação da canção Aquarela de Toquinho, e bela Homenagem do NRE Cianorte à todos professores e agentes educacionais.
Um belo material unindo alunos e professores numa versão da letra desse clássico da MPB - Música Popular Brasileira, adaptando-a para o universo da educação e a realidade do professor.
Vídeo que me foi indicado pela colega e esposa Elisabete Brasil Roig, professora de Rio Grande (RS), Brasil e que achjei uma interessante e criativa forma de adaptação a arte e da cultura na educação. Educar é transformar pessoas e materiais, e inovar é tornar novo algo já existente, e, mais que tudo, dialogar com a arte e a cultura no cotidiano escolar.
Parabéns ao Núcleo Regional de Educação - NRE de Cianorte, Paraná, Brasil, pela bela homenagem a todos os professores e agentes educacionais.
Aproveitando a oportunidade, indico logo abaixo, outro belo material, com a mesma canção, tendo como imagens as ilustrações de alunos da EEB Professora Gertrudes Benta Costa, de Joinville (SC), Brasil e o instrumental foi ensaiado pelos alunos da 8ª série., Conforme apresentação do vídeo no YouTube, feita pela professora Eliane Tomelin, em 2009: "Os cantores foram os próprios alunos acompanhados pelo coral Benta Costa. Claro que não há qualidade profissional, mas o valor como obra prima destes alunos alegra a todos os 80 educadores desta Unidade escolar".



domingo, 13 de outubro de 2019

Metodologias e tecnologias que encantam os alunos: conheçam 8 educadores criativos e talentos




A imagem acima, foi produzida no Paint Brush para valorizar algumas áreas do conhecimento que são destacadas em reportagem de revista, sobre "Oito professores que encantam seus alunos por conta das metodologias utilizadas em sala de aula", vide matéria completa no link abaixo:

Oito professores que encantam alunos com metodologias e talentos próprios

Cada um desses oito professores possui um talento natural e um gosto específico que incorporou ao seu fazer pedagógico: do teatro à robótica; da música à natureza etc. Cada um incorporando sua bagagem sentimental ao seu cotidiano escolar, tornando literalmente sua experiência imersiva e autêntico ao que foram quando alunos e agora como professores. Ser criativo e talentoso não requer grandes recursos tecnológicos e financeiros, quando se usa da memória, das vivências, daquilo que se gosta e domina para obter bons resultados junto ao alunado.
Sempre digo que se consegue domínio de classe quando se tem o domínio do conteúdo a ser ministrado, quando mostra ao aluno o significado e a importância para a vida daquilo que é aprendido e ensinado. Tudo precisa ter um contexto, tudo necessita de uma significação, seja na sala de aula ou na de casa. Todo educador, seja professor ou pai, requer que demonstra ao aluno e ao filho seus critérios, sua filosofia, sua avaliação e, mais que tudo seu conhecimento de mundo.
Mas não basta uma boa metodologia sem uma grande didática, o que comparo ao enunciado (o que se diz) e a enunciação (o como se diz). Não basta promover o uso de bons recursos metodológicos se a didática não promova a reflexão para as informações que gerem conhecimento, autoconhecimento, avaliação e autoavaliação de todos os que estão envolvidos no processo de ensino-aprendizagem. Todos são atores sociais: de alunos a professores, de equipe diretiva a funcionários e toda a comunidade escolar que precisa se integrar e conhecer uns aos outros.
E mais ainda, que os projetos de estudo e de trabalho sejam prolongamentos do projeto maior de vida. Que a nossa "homepage" simbólica possua "links" para as relações que se estabelecem entre escola, família e sociedade.
Já dizia o grande Paulo Freire, em a Pedagogia da Autonomia: "Educar é ter a consciência do inacabamento". Nem professores nem pais devem ter a pretensão de dar um acabamento a filhos e alunos, que estarão sempre em processo de construção... do conhecimento por conta da interação com outros professores, colegas de turma e no convívio social. Todos acabam sendo mediadores uns com os outros nesse diálogo entre gerações...

sábado, 12 de outubro de 2019

Estante Mágica: Projeto em sala de aula transforma alunos em pequenos escritores




O vídeo acima é do projeto "Estante Mágica", que permite que crianças escrevam suas próprias histórias, através de uma plataforma de mesmo nome para produção de um livro. Robson Melo é fundador do projeto, que nasceu em 2009, no Rio de Janeiro (RJ), Brasil e que atualmente está em escolas de todo o país, num total de 4.500 estabelecimentos de ensino.
Segundo dados mais de 500 mil crianças já escreveram suas histórias dentro do projeto.
Robson Melo é sócio fundador junto com Pedro Concy e com essa iniciativa, conciliam leitura, escrita e produção de livros infantis.
Uma outra história interessante por trás do projeto é contada por Robson, sobre seu avô analfabeto que veio do Ceará e construía estantes para livros que ele recolhia, recebia de doação, mesmo sem saber ler.
Para saber mais sobre o projeto, segue link da reportagem e da plataforma:



ESTANTE MÁGICA - REPORTAGEM

ESTANTE MÁGICA - PLATAFORMA

domingo, 6 de outubro de 2019

Afros e Afins: canal de Nátaly Neri para refletir sobre afrodescendência e a arte e a cultura em geral




O vídeo acima A IMPORTÂNCIA DA ESTÉTICA E AUTOESTIMA NEGRA: Geração Tombamento é Política?, trata-se de um dos ótimos materiais do canal AFRO E AFINS, mantido por Nátaly Neri para discutir questões da afrodescendência.
No vídeo mencionado, Nátaly, uma jovem de 25 anos que mora em São Paulo (SP) Brasil, traz algumas questões a serem refletidas, tais como: "Qual a importância da estética negra? Qual a importância de falarmos sobre beleza e imagens criadas sobre a negritude no Brasil? Como isso está ligado ao desenvolvimento de uma agenda política para os movimentos negros? Esse tema é relevante?"
Conforme Nátaly: "O Canal Afros e Afins é um projeto que iniciei no início da minha faculdade em Ciências Sociais, há quase quatro anos atrás, movida pelo desejo de compartilhar com o máximo de pessoas, todas as descobertas e novas informações que eu estava acessando sobre sociedade, individualidade, estilo de vida e muito mais. Criei esse espaço para compartilhar meus processos de autonomia.
Por meio de vídeos humanos e simples, feitos com muita honestidade e dedicação, quero incentivar o desejo de busca por autonomia intelectual, mental e de consumo. Esse canal fala sobre raça, gênero, sociedade, sustentabilidade, slow living, amores, beleza, e tudo o que uma jovem interessada em melhorar sua vida e a realidade ao seu redor poderia se interessar"
.
Abaixo, link para o canal:

AFROS E AFINS

A seguir trailer do documentário NEGRITUDES BRASILEIRAS - #CreatorsForchange que ao final desta postagem está disponível em sua versão completa:



Documentário Negritudes Brasileiras, completo, vide abaixo: