sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Profissão Perigo: MacGyver - Como usar um mapa (televisão e educação)




O divertido e curioso vídeo acima, MacGyver: Como usar um mapa, achei no You Tube, e trata-se de cena do multiuso de um prosaico mapa feito de papel, pelo agente secreto MacGyver, do seriado Profissão Perigo (1985), veiculado pela TV, muito antes do GPS ser popularmente conhecido e usado.
MacGyver era um agente secreto politicamente correto, que não matava nem usava de violência para resolver suas missões, mundo afora, se valendo apenas de seus conhecimentos científicos e tecnológicos - uma espécie de Einstein com James Bond. Suas missões e episódios do seriado eram pequenas aulas de conhecimento geral, de matemática, física, química, biologia, história, ciências em geral etc. Quando ficava preso, sitiado, em perigo, sacava - ao invés de um revólver, pistola ou granada - um canivete suíço (seu companheiro inseparável e de mil e uma utilidades), uma simples fita adesiva, um chiclete, uma barra de chocolate, isso mesmo! (Vejam no 1º. capítulo da 1ª. temporada do seriado, logo abaixo, na 4ª. parte, exatamente no 1º. minuto a explicação de MacGyver para a reação química que o chocolate proporciona sob determinada situação e que lhe favoreceria a fuga. Imperdível).
No vídeo acima, ainda que como arte e diversão, MacGyver demonstra como usar um mapa - que segundo ele, "um bom mapa o leva aonde quer ir...". Primeiramente, usado como arma (enrolado, escondendo uma barra de ferro), depois como esteira/prancha nas dunas, por fim, como revestimento para o furo no balão de ar quente, em sua fuga. Um furo duplo, diga-se de passagem, pois além do furo provocado pelo tiro de seus perseguidores, o vídeo em questão (aos 6 minutos e 09 segundos) mostra que o balão está preso a um cabo, para que o ator consiga efetuar o conserto. Falhas de edição, mas que não desmerecem a produção do seriado, que valorizava a não violência e o espírito inventivo.
Atualmente, graças a tecnologia, já ficou constatado que o ser humano usa cada vez menos sua memória, pois tudo o que antes armazenava na mente, hoje guarda nos chips de computador, celular etc (como dados telefônicos, calculadora, localização de endereços por satélite etc). Algo que deveria ser pensado, pois na falta destes, ficamos com "amnésia" tecnológica. Muitos se dizem perdidos, quando cai conexão, quando perdem celular, quando precisam calcular algo que antes, bastava decorar a tabuada.
Mais um seriado que marcou época, transmitido na Sessão Aventura, e que motivava minha geração, principalmente com a canção tema de Randy Edelman.
Mais um vídeo que garimpei na memória e trago como proposta educacional, pois o bom educador, de certa forma é como MacGyver, que precisa muitas vezes improvisar, pois os equipamentos eletrônicos travam e não funcionam, falta luz, chove etc etc etc, e o plano de aula precisa ser adaptado a estas situações imprevisíveis, mas que fazem parte da vida e do trabalho de um professor. O bom educador - apesar da "Profissão Perigo" que se transformou o ato de educar, sujeito a bullying de alguns alunos e alguns pais -, precisa saber lidar com a violência alheia, tentando desarmar os espíritos, com palavras e não armas ou atos violentos. O bom educador é multifuncional e espirituoso como o agente MacGyver, muito antes deste termo ter sido usado, vinculado a aparelhos que imprimem, fotocopiam e digitalizam (de forma mecânica e automática)... Educar é muito mais do que mecanizar um processo, muito pelo contrário... Quem trabalha na educação sabe bem que se o professor se restringisse apenas ao que reza o Estatuto do Magistério, poucas escolas conseguiriam finalizar um ano letivo, pois são, no cotidiano de uma escola, além de educadores, de formadores: assistentes sociais, pais substitutos, enfermeiros, etc, ainda que sem habilitação para tarefas extraordinárias (em todos os sentidos).
Desculpem-me a analogia entre agente secreto e agentes educacionais, sejam professores, equipe diretiva e funcionários de escola, pois mais do que uma "Profissão Perigo" para tais indivíduos, a falta dos mesmos tornar-se-á um perigo para a própria sociedade. Algo para se refletir e debater junto com a comunidade escolar, em boa parte ausente das discussões sobre o papel social da escola, da educação e do educador, seja ele pai/responsável ou professor.
Conforme dados encontrados na Wikipédia:
"A capacidade inventiva do personagem, tomada como um exagero fruto de liberdade artística, é, entretanto, verossímil. Todos os truques executados por MacGyver são cientificamente viáveis.
MacGyver foi uma série de aventura da televisão americana sobre um ex-agente secreto das forças especiais chamado Angus "Mac" MacGyver, estrelado por Richard Dean Anderson. A série foi criada por Lee David Zlotoff e produzida por Henry Winkler. Iniciado em 29 de Setembro de 1985 a 21 de Maio de 1992 na rede ABC. Foi filmada primeiramente em Vancouver, Columbia Britânica, Canadá. Dois filmes feitos para TV foram produzidos em 1994.
O recurso principal de MacGyver é uma variedade de soluções improvisadas, para escapar da captura, do desastre ou para geralmente derrotar os inimigos. Elas derivam da aplicação prática do conhecimento científico e uso de itens comuns (sempre havendo a coincidência de ter à disposição materiais úteis) - junto com seu canivete suíço.
Exemplos de engenhocas famosas realizadas pelo protagonista durante a série são bombas com chiclete, desarmamento de mísseis com tênis, máquina de soldagem com lentes de óculos quebrado, ovo cozido no radiador, selar vazamento químico com chocolate, etc.Apesar de muitos telespectadores incrédulos tomarem as façanhas científicas do personagem como meramente fictícias, todas elas são possíveis. O fato de nem todas serem passíveis de reprodução deve-se ao fato de que os produtores optaram por não exibir todas as etapas nos casos de truques perigosos, como a criação de bombas, de modo a impedir que crianças os reproduzíssem. O uso de artigos para construir dispositivos júri-equipados mostra uma influência do Esquadrão Classe A (embora MacGyver não usasse arma de fogo) e incorporou a cultura popular dos EUA como "MacGyverismo".
MacGyver é um herói de ação altamente inteligente que prefere resolver os conflitos sem violência, e recusa-se a carregar ou usar uma arma devido a um acidente de infância com um revólver que resultou na morte de um amigo.
Abaixo, episódio 1, da 1 temporada, ano 1985:











Nenhum comentário:

Postar um comentário